Matéria do dia

Vereador Reginaldo do Posto solicita vistoria do Corpo de Bombeiros nos prédios das escolas da rede municipal de Ensino

O vereador Reginaldo do Posto (PRP) solicitou, através de Indicação que tramitou na última sessão ordinária da câmara municipal de Baca...

Publicidade

Eventual decisão do TSE não preocupa Temer

Notícias Ao Minuto

© Fornecido por New adVentures, Lda.
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) investiga se o dinheiro de propina da Petrobras alimentou a campanha da eleição presidencial de 2014, com a chapa composta por Temer e a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff. Caso a apuração confirme a utilização indevida do dinheiro, Michel Temer poderá perder o seu cargo como presidente da República. Na entrevista para o programa Roda Vida, exibida nesta segunda-feira (14), Temer disse não estar preocupado com a decisão que poderá ser tomada pelo TSE.  
"Eu digo que, no TSE, eu não tenho preocupação [com a decisão]. Evidentemente que, e vocês conhecem a obediência que presto às instituições [...] se o TSE dizer lá na frante 'Temer, você tem que sair' - convenhamos, haverá recursos e mais recursos que você pode interpor, não só no TSE, mas, igualmente, no STF", disse. 
Em seguida, completou: "Vamos deixar o Judiciário trabalhar, a PF, o Ministério Público e vamos trabalhar pelo Executivo. Se acontecer alguma coisa, paciência". 
Segundo o G1, a defesa do presidência da República tentou pedir a separação de contas de campanha do peemedebista e de Dilma ao TSE. O Ministério Público Eleitoral é contra esta divisão por acreditar que "o ilícito que beneficia a titular e que levou ela à vitória nas urnas logicamente também beneficia o vice".