Matéria do dia

Vereador Reginaldo do Posto solicita vistoria do Corpo de Bombeiros nos prédios das escolas da rede municipal de Ensino

O vereador Reginaldo do Posto (PRP) solicitou, através de Indicação que tramitou na última sessão ordinária da câmara municipal de Baca...

Publicidade

Governo promove encontro estadual de sementes crioulas

convite_sementes_crioulas

Incentivar o cultivo, informar e valorizar agricultores para o resgate da produção das sementes crioulas. Com esse objetivo, a Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF) promove o Encontro Estadual de Sementes Crioulas, de 16 a 18 deste mês, na Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema), Araçagi. O evento terá participação de agricultores familiares, segmentos indígenas e quilombolas, do movimento das quebradeiras de coco, além de estudantes, pesquisadores e representantes de entidades sociais do campo.
Durante o encontro, serão relatadas experiências da produção com este tipo de semente e sua viabilidade para a autonomia das comunidades produtoras. Na programação, palestras, oficinas e mesas de debates; exposição de programas da gestão estadual para somar no resgate das sementes crioulas; apresentação do Plano Estadual de Sementes Crioulas; e exposição de produtos fruto deste cultivo com a Feira de Sementes, que também terá atração cultural.
Com este evento o Governo do Maranhão proporciona o intercâmbio entre os principais atores deste setor, estreitando a relação entre comunidades produtoras, instituições e o poder público. “O foco da gestão realizada pelo governador Flávio Dino é aliar conhecimento e produção, e assim fazer da agricultura familiar um eixo ainda mais importante na economia do estado”, destacou o secretário de Estado de Agricultura Familiar (SAF), Adelmo Soares.
Adelmo Soares avalia que garantindo o conhecimento ao agricultor familiar, este terá o aumento da produção e, consequentemente, melhor qualidade de vida. “No evento, todas as questões relacionadas poderão ser discutidas por quem atua na área e colocar suas demandas, facilitando a elaboração de projetos pela gestão pública”, reiterou o secretário da SAF.
O Encontro Estadual de Sementes Crioulas será ainda o espaço para discutir a legislação sobre sementes, direitos dos agricultores, modelos de desenvolvimento para as regiões produtoras e assistência técnica e extensão rural. “Será também um espaço para oportunizar a troca de saberes, de experiências e de sementes crioulas”, informou a coordenadora do Departamento de Mudas, Sementes Crioulas e Insumos da SAF, Silmara Silva Sousa. Segundo ela, proporcionar esse conhecimento aos produtores vai propiciar a eles maior autonomia, além de ajudar a preservar as sementes crioulas.
Resgate
As sementes crioulas são espécies mais resistentes às pragas, solos de baixa fertilidade e a climas secos. São colocadas como alternativa para o agricultor familiar produzir sem depender de agrotóxicos. Já as sementes de variedades comerciais, diferentes destas, são altamente dependentes de produtos químicos e precisam de solos férteis.
Em geral, os agricultores familiares não possuem recurso suficiente para adquirir, em toda safra, produtos como calcário e adubos químicos. Por serem menos dependentes de químicos e por serem adaptadas às condições climáticas de cada região, as sementes crioulas permitem ao agricultor levar alimento mais seguro para a mesa.
Políticas 
O Governo do Estado vem desenvolvendo um conjunto de medidas para fortalecer esse setor e impulsionar a produção com este tipo de semente. Entre as ações estão a elaboração do Plano Estadual de Sementes; realização de eventos, a exemplo do encontro estadual para sensibilizar a sociedade sobre a questão; mapeamento das áreas de resistência de sementes crioulas; e a implantação de Unidades Didáticas de Multiplicação de Sementes Crioulas.
“É um primeiro passo para que essa cultura tenha o devido apoio para sua amplitude e seus segmentos produtores”, explicou o secretário Adelmo Soares.
SERVIÇO
O QUÊ: Encontro Estadual de Sementes Crioulas.
QUANDO: Do dia 16 a 18 deste mês.
ONDE: Na sede da Fetaema, no Araçagi.