Matéria do dia

Antônio Melo: Em nome do pai...

Por Antônio Melo Jornalista Um pai preso. A esposa e uma filha em luta para conseguir sua liberdade. O que há de errado nisso? ...

Publicidade

MPE quer cassação do diploma da prefeita Dra. Camyla e do vice, em Cajari

Domingos Costa - Para o Ministério Público Eleitoral, a ex-secretaria de Saúde do município de Cajari, eleita prefeita em outubro do ano passado, Camyla Jansen Pereira Santos, do PSDB, foi beneficiados pela interferência do poder econômico e pelo abuso do poder de autoridade por parte da prefeitura, na época, administrada pelo prefeito Joel Dourado Franco, de quem era auxiliar de primeiro escalão até se desincompatibilizar do cargo para concorrer as eleições.
No parecer assinado no último dia 23 de fevereiro, o Promotor Eleitoral da 20ª Zona, Felipe Rotondo, pede a cassação da coligação “Avante Cajari”, formada pela tucana e seu vice, Antônio Furtado da Silva, o Xofém, do PMDB. No despacho, confira AQUI a íntegra, o promotor pede além da cassação do diploma, a inelegibilidade por oito anos dos candidatos eleitos.