Matéria do dia

Reginaldo do Posto cobra explicações do prefeito interino José Vieira sobre paralisação das obras das creches da Terra do Sol e do Bairro da Areia

O vereador Reginaldo do Posto (PRP) cobrou, por ofício, do pecuarista  José Vieira Lins, p refeito Interino do Município  de Bacabal, expli...

Publicidade

Biometria será implantada em mais 52 cidades do Maranhão até 2018

Em reunião, governador assegurou apoio à implantação da biometria em 52 municípios do estado.

Em agenda na manhã desta quarta-feira (19/04) com o governador Flávio Dino, o desembargador Raimundo Barros, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, pediu apoio do Governo do Estado para cessão de pessoal que possa trabalhar na implantação da biometria em 52 cidades onde a ação será aplicada de forma obrigatória até maio de 2018.
O governador assegurou que os municípios onde existem Vivas, o TRE pode utilizar as estruturas físicas e humanas existentes e que nos demais locais os servidores serão cedidos de acordo com o cronograma de atividades apresentado pelo Tribunal. No twitter, Flávio Dino registrou: “a biometria é um importante instrumento para eleições limpas e servirá ao projeto da identificação civil nacional”.
O objetivo do Regional maranhense é, nas eleições 2018, estar com 70% do eleitorado apto a votar usando a biometria. Atualmente, o estado conta com 4 milhões 611 mil 247 eleitores, dos quais 2 milhões 91 mil e 758 (45,36%) de 46 municípios já estão biometrizados e, neste ciclo 2017/2018, serão mais 1 milhão 118 mil 672.
Entre os benefícios do recadastramento biométrico estão: maior credibilidade ao processo de votação eletrônica com utilização de um procedimento preciso e seguro para identificação do eleitor; os dados biométricos coletados serão utilizados para criação do registro de identificação civil; eliminação da ação humana na identificação do eleitor; possibilita a validação visual da identidade do eleitor pela foto apresentada no caderno de votação; e garante maior eficiência na depuração do cadastro eleitoral com o batimento biométrico.
Já iniciaram o processo de recadastramento biométrico obrigatório as cidades de João Lisboa, Paraibano, Passagem Franca, Chapadinha, Mata Roma, Grajaú, Presidente Dutra, Guimarães e São Luiz Gonzaga do Maranhão.
Também participaram da reunião o diretor-geral Flávio Costa (TRE-MA), o procurador-geral do Estado, Rodrigo Maia, e Marcelo Tavares, chefe da Casa Civil.