Matéria do dia

Lourival Souza: Estudo inédito revela falta de habilitação de motociclistas e consequências para o trânsito no Brasil

Com a missão de estar “observando” a mobilidade no Brasil, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária publica hoje o estudo “Condução de...

Publicidade

Lourival Souza: Samu transporta 75% das vítimas graves do trânsito no país



As ambulâncias do SAMU (Serviços de Atendimento Móvel de Urgência) transportam mais de 75% das vítimas seriamente feridas em acidentes de trânsito no país.


O índice coloca o Brasil no mesmo patamar dos Estados Unidos, Espanha, França, Suécia, Suíça. As informações são do recém lançado Global Status Reporton Road Safety 2015, da Organização Mundial de Saúde (OMS). O documento registra, também, que o Brasil está entre os 116 que possuem um número de telefone universal e gratuito para chamados de emergência, em vez de múltiplos números.


A resposta pós-acidente, um dos cinco pilares do Plano Global para a Década de Ação para a Segurança no Trânsito 2011-2020, foi amplamente debatido nesta terça-feira (17), durante a “Jornada do Modelo Viário da Espanha”, evento realizado pela Embaixada do país ibérico no Instituto Cervantes de Brasília. O encontro reuniu representantes do setor público de diversos países e de organismos internacionais, como o Banco Mundial de Desenvolvimento e a Organização Mundial de Saúde. A Espanha é um dos cinco países do mundo com menores índices de vítimas fatais no trânsito.


O diretor do Departamento de Atendimento Especializado do Ministério da Saúde, José Eduardo Fogolin, apresentou a organização da Rede de Urgência e Emergência do Brasil, destacando a importância do SAMU no pré-atendimento e estabilização da vítima do trânsito. “A rede está estruturada para agilizar o atendimento às vítimas de trânsito e, com isso, evitar óbitos, complicações e sequelas graves. Quanto mais rápida a resposta, melhor o resultado”, afirmou Fogolin, acrescentando que, “com o SAMU, o tempo de internação em hospitais diminui e os pacientes voltam mais rápido para casa”.


A representante da Organização Mundial de Saúde, Teri Reynold, destacou que o atendimento pré-hospitalar adequado e o transporte rápido para uma unidade de saúde são essenciais para evitar óbitos no trânsito, visto que a maior parte das vítimas fatais de acidentes– 1,25 milhão por ano em todo o mundo – morre antes de chegar a um hospital. “Uma resposta organizada para o trauma pode salvar vidas e é fundamental para o sucesso da recuperação de um acidentado”, frisou.


O Brasil, de acordo com o Global Status Reporton Road Safety 2015, é também um dos 139 países com treinamento disponível em atendimentos de emergência para médicos e um dos 113 com esse tipo de treinamento para enfermeiros – perfilando-se, também neste item, entre as nações com as melhores práticas.
Fonte: http://www.vias-seguras.com

FROTA DE VEÍCULOS DO BRASIL E DO MARANHÃO EM DEZEMBRO DE 2016

LOCAL
TOTAL
AUTOMÓVEIS
MOTOCICLE-TAS E MOTONETAS
BRASIL
93.867.016

51.296.982


24.933.191
(26,56%)
MARANHÃO
1.541.845

398.265

923.839
(59,91%)
SÃO LUIS
375.189

192.834

106.327
(28,34%)
SÃO JOSÉ DE RIBAMAR
33.095

13.142

14.440
(43,63%)
PAÇO DO LUMIAR
22.676

10.201

9.185
(40,50%)
RAPOSA
4.415

1.158

2.511
(56,87%)
Fonte: www.denatran.gov.br
ALIANÇA GLOBAL DAS ONGS PARA A SEGURANÇA RODOVIÁRIA
A Aliança Global das ONGs para a segurança rodoviária (a Alliance) foi criada em 2012 por membros de ONGs da Colaboração Segurança Rodoviária das Nações Unidas (UNRSC) e atualmente representa mais de 180 ONGs membros trabalhando na segurança rodoviária de 90 países ao redor do mundo.
A Aliança é uma organização suíça, sem fins lucrativos. A Aliança é a plataforma para ONGs em todo o mundo para compartilhar conhecimento e coletivamente advogar para a segurança rodoviária e os direitos das vítimas de acidentes de trânsito. A Aliança presta serviços aos seus membros em três áreas principais: em rede e partilha, defesa, e 3 capacitação. Fonte: www.onsv.org.br

CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO (Lei 9.503/1997)
Art. 45. Mesmo que a indicação luminosa do semáforo lhe seja favorável, nenhum condutor pode entrar em uma interseção se houver possibilidade de ser obrigado a imobilizar o veículo na área do cruzamento, obstruindo ou impedindo a passagem do trânsito transversal.

Por Lourival Souza

Facebook: Campanha SOS VIDA
Instagram: @campanhasosvida
E-mail: valorizacaoaavida@gmail.comFones: (98)98114-3707(TIM-Whatsapp)
98891-1931(OI)
99202-1431(VIVO)
98423-0606(CLARO)