Processo de Zé Vieira está pronto para ser julgado no TSE - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Rogério Alves: Advogado Carlos Sérgio é recebido em 'live' para discutir 'eleições 2020'.

Rogério Alves, advogado - Recebi em live, na última quarta-feira, dia 8 de julho, em minha página no Youtube, ao advogado Carlos Sérgi...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Quantas Poesias?

Quantas poesias faria pra ti na mesma noite?
Todas que o meu amor coubesse...
E nelas realizaria todos os teus sonhos
Os meus sonhos
Os nossos sonhos
Enfim...

Quantas poesias teria feito pra ti se já vivemos juntos?
Todas que o meu amor coubesse em um ano
Em tantos anos que já tivéssemos vividos, assim

Mas seriam poemas de regozijo e alegria
Versos de amor e fantasia
Nunca rimas de dor
Saudade e desespero como agora

Você sempre acaba abandonando alguém
Para ficar com outra pessoa
Dor estranha
Saudade sem nexo
Não querer sair
Não querer ficar

Que confusão lírica
Odisseia de amores perdidos
Ditos como verdadeiros
E silos de dissabores e devaneios

Canção
Caução
Correção inacabada
Vitiligo que nunca escurece
Amor
Amor sem fim
Sem ti
Sentir
Sem mim
Sem tom
Sem sentido
Sem dia
Sem noite
Enfim assim...

Abel Carvalho

Processo de Zé Vieira está pronto para ser julgado no TSE

Share This
Prefeito de Bacabal recorreu da decisão do TRE/MA que indeferiu o seu pedido de registro de candidatura

CARLA LIMA SUBEDITORA DE POLÍTICA
O Estado Ma

Zé Vieira assumiu o mandato de prefeito depois de conseguir uma liminar do ministro Gilmar Mendes (Foto: Arquivo)

O pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deverá até a próxima semana o recurso do prefeito de Bacabal, Zé Vieira (PP) contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que indeferiu o registro de candidatura do gestor. Vieira está no mandato por força de uma liminar concedida pelo presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes.

O recurso já foi enviado para inclusão na pauta de julgamento do TSE. O relator do processo é o ministro Luiz Fux.

O pedido de registro de candidatura de Zé Vieira foi indeferido com base na Lei da Ficha Limpa. O gestor foi condenado por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito depois que usou dinheiro público para promoção pessoal em jornal.


Como o registro não foi concedido, a votação de Vieira em Bacabal (cerca de 20 mil votos) foi considerada nula.


Diante da decisão do pleno do TRE, Vieira recorreu da decisão e entrou com mandado de segurança para garantir sua posse em Bacabal. A liminar foi concedida pelo ministro Gilmar Mendes.


Agora o TSE deverá decidir até a próxima semana se os votos de Viera são válidos ou não.


Se o indeferiment
o do registro for confirmado, os 20 mil votos dele serão invalidados e poderá assumir o cargo o deputado estadual Roberto Costa (PMDB). Essa questão, no entanto, ainda não é uma questão fechada entre os especialistas em direito eleitoral.

Na reportagem desta quarta-feira, 24, O Estado mostra que na pauta de julgamento de hoje do Supremo Tribunal Federal há uma ação do PSD que questiona as possibilidade de ser feita novas eleições em caso de cassação do mandato de quem for eleito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad