Matéria do dia

Rogério Alves: Vamos salvar o Brasil sem buscar salvadores

Por Rogério Alves Advogado O governo Temer representa o fim (ou a continuidade) do grupo corrupto que governa o Brasil desde 2008 e é preci...

Publicidade

Cerca de três mil pessoas participam de caminhada e campanha contra o uso de drogas

A caminhada foi encerrada com culto ecumênico com representantes das religiões católica, evangélica e de matriz africana (Foto: Ribamar Pinheiro)
Com faixas, cartazes, músicas, apresentações teatrais e palavras de ordem, cerca de três mil estudantes, educadores, conselheiros tutelares, religiosos, servidores públicos e a sociedade civil organizada caminharam pelas principais ruas de Bacabal, distante 246 km de São Luís, na tarde dessa segunda-feira (26) – Dia Internacional de Combate às Drogas – para alertar a comunidade e autoridades sobre a importância da prevenção ao consumo de crack e outras drogas por jovens da região.

A caminhada fez parte do lançamento da campanha “Maranhão na Prevenção às Drogas” no município, com adesão ao projeto “Parceiros pela Paz”, promovido pelo Comitê Estadual de Prevenção às Drogas.

Formado pelo Governo do Maranhão, Tribunal de Justiça, Ministério Público Estadual, Câmara dos Deputados, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Federação dos Municípios do Maranhão, o Comitê atua mobilizando diversos atores sociais na adoção de medidas de prevenção e combate ao consumo de drogas e à violência, com foco nos jovens entre 12 e 29 anos.

O trabalho consiste na sensibilização dos municípios para a aprovação de leis e criação de orçamentos para essa política. Com o desenvolvimento de ações voltadas ao cuidado, tratamento, saúde mental, reinserção social e redução do consumo e comércio de drogas lícitas (álcool e tabaco) e ilícitas, a campanha prevê a realização de debates, palestras, mostras e eventos culturais.

O evento foi coordenado pelo juiz auxiliar da Presidência do TJMA, Júlio Praseres – que representou o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Cleones Cunha – e Jorge Antonio Leite (titular da 3ª Vara de Bacabal), com a parceria de secretarias e órgãos municipais, iniciativa privada; músicos, grupos de capoeira e Hip Hop, atores, bandas musicais, escolas, entre outros.

A caminhada foi encerrada na Praça da Bíblia, com a realização de um culto ecumênico com representantes das religiões católica, evangélica e de matriz africana.

O juiz Jorge Leite apresentou dados e informações sobre o crescimento do consumo abusivo de drogas lícitas e ilícitas em todo o mundo, o que no Brasil se tornou um problema de saúde pública, inclusive pelo acesso precoce por crianças e jovens, gerando um índice direto de 32,6% das prisões no país.

Para ele, a responsabilidade das medidas de prevenção a esse uso indevido de drogas deve ser compartilhada entre governos, iniciativa privada e a sociedade. “Os instrumentos estão postos e, por meio das ações e projetos, poderemos reduzir os índices de uso de drogas e violência na cidade”, avaliou.

A deputada federal Eliziane Gama, coordenadora da Comissão Externa sobre o Consumo de Drogas entre Jovens no Brasil (Câmara dos Deputados), alertou a juventude sobre os riscos inerentes ao abuso de drogas, um problema que afeta mais de 7 milhões de usuários no mundo, dificultando cada vez mais as ações de combate. “É preciso que a informação sobre o perigo das drogas chegue ao jovem, pois as drogas matam tanto quem usa quanto quem trafica”, afirmou.

O procurador-geral de Justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, ressaltou que a campanha representa uma rede de enfrentamento, que pretende também evitar o primeiro contato dos jovens e crianças com as drogas. “É papel de todos mobilizar e disseminar informações que ajudem a evitar esse primeiro contato”, frisou.

ADESÃO

Bacabal é o 34º município a aderir à Campanha “Maranhão na Prevenção às Drogas”. Após a sensibilização realizada pelo Comitê Estadual, o Município já aprovou a lei que cria o Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas – cujos conselheiros já foram empossados. Aprovou também o orçamento e autorizou a criação dos conselhos escolares em todas as escolas municipais.

A estudante Maria Jaciele, de 14 anos, participou da caminhada e observou o papel que os adultos e familiares devem desempenhar para evitar o contato de jovens e crianças com as drogas. “Muitas vezes, o jovem não tem boa orientação e pode seguir os exemplos que tem em casa para o consumo de álcool”, observa.

CAMPANHA

Na semana passada, a campanha “Maranhão na Prevenção às Drogas” foi lançada nos municípios de Bacuri, Apicum-Açu (dia 22), Cedral e Porto Rico do Maranhão (dia 23). Ainda esta semana, passam a fazer parte do projeto os municípios de Loreto (dia 27) e Tuntum (dia 29).

Outros 55 municípios estão sendo sensibilizados para integrarem a campanha e organizarem seus conselhos e órgãos voltados ao combate às drogas. A meta é que 100 municípios recebam a campanha até o final do ano.“O Judiciário abraça este projeto para promover a batalha de enfrentamento às drogas e toda violência e problemática social que esse abuso causa na sociedade e na vida dos jovens”, explicou o juiz auxiliar da Presidência do TJMA, Júlio Praseres.

Também participaram do lançamento da campanha em Bacabal o delegado regional Elson Alves; a representante da Subseção da OAB, Francisca Marlucia; o tenente-coronel da PMMA, Eurico Alves; o conselheiro estadual sobre Drogas, Erisson Lindoso; o vereador Edvan Brandão; o secretário municipal de Articulação Política, Rogerio Santos; a promotora de Justiça da 4ª Promotoria da Comarca, Michele Saraiva, além de magistrados, promotores, advogados e autoridades locais.

Juliana Mendes
Assessoria de Comunicação do TJMA
asscom@tjma.jus.br