Matéria do dia

SAAE contempla comunidade do povoado Pregos com revitalização do seu sistema simplificado de abastecimento d'água

Em Pregos o sistema de abastecimento de água foi revitalizado. Os moradores do povoado Pregos formam uma das comunidades mais esquecid...

Publicidade

Lourival Souza: Observatório analisa impacto dos acidentes de trânsito no Brasil


No Brasil, 12 pessoas morrem em acidentes de trânsito por minuto e, a cada minuto, uma fica sequelada. Segundo dados do Ministério da Saúde, 43.760 pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito, em 2014 (últimos dados consolidados disponíveis), o que significa uma a cada 12 minutos. Além das mortes ocasionadas, de acordo com o seguro DPVAT, 595.693 vítimas de trânsito foram indenizadas no mesmo ano, ou seja, aproximadamente 1.632 pessoas por dia.

O impacto destes acidentes na economia do país foi o principal tema discutido no evento Café com Seguro Especial Maio Amarelo, realizado no dia 25 de maio, pelo Sindseg SP, em parceria com a Academia Nacional de Seguros e Previdência.




Durante o encontro, foram realizados dois painéis. No primeiro, comandado por José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, foram discutidos os impactos dos acidentes de trânsito nas esferas: mundial, nacional, estadual e municipal.

Segundo o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas – IPEA, em 2014, o custo estimado dos acidentes de trânsito aos cofres públicos fica em torno de R$ 56 bilhões ao ano. Outro importante impacto é a ocupação da rede pública de hospitais. Atualmente, cerca de 60% dos leitos hospitalares, em todo país, são ocupados por vítimas de acidentes de trânsito, sendo que em determinadas regiões do país (Norte e Nordeste) essa ocupação pode chegar a 90%.


“Perde a sociedade, perde a saúde, perde a educação, perdem os programas sociais. Acredito que todos esses acidentes, impreterivelmente todos, poderiam ser evitados se o Brasil adotasse uma nova formação para os condutores, implantasse a educação para o trânsito nas escolas do ensino fundamental e, ainda, investisse em campanhas maciças e permanentes de conscientização, que mostrassem as consequências do acidente na vida de todos”, afirmou Ramalho.


No segundo painel do evento, o diretor da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), Neival Rodrigues Freitas, apresentou os impactos dos acidentes para o mercado Segurador. Segundo dados da entidade, em 2016, nos ramos de automóveis e transporte, o segmento pagou cerca de R$ 15 bilhões em indenizações decorrentes de acidentes de trânsito. “A educação e a conscientização da população é a nossa principal arma para diminuir estes números tão alarmantes. A sociedade precisa entender que não existem acidentes e sim escolhas. Escolhemos beber e dirigir, falar ao celular no volante, passar em um semáforo vermelho ou ultrapassar o limite de velocidade. São estas atitudes imprudentes que tornam o Brasil um dos recordistas mundiais de acidentes de trânsito”, assinalou Mauro Batista, presidente do Sindseg SP.


CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO (Lei 9.503/1997)
Art. 1º O trânsito de qualquer natureza nas vias terrestres do território nacional, abertas à circulação, rege-se por este Código.

............................

§ 3º Os órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito respondem, no âmbito das respectivas competências, objetivamente, por danos causados aos cidadãos em virtude de ação, omissão ou erro na execução e manutenção de programas, projetos e serviços que garantam o exercício do direito do trânsito seguro.


67ª AÇÃO EDUCATIVA EM FAIXA DE PEDESTRE


A campanha SOS VIDA realizou dia 31.05.2017, no encerramento do MAIO AMARELO, a 67ª AÇÃO EDUCATIVA EM FAIXA DE PEDESTRE. A ação ocorreu das 7h às 8h30, na Av. dos Franceses, na Vila Palmeira, na faixa ao lado do colégio Tiradentes, em São Luis.

Como de costume, durante a ação foram dadas orientações verbais aos pedestres, exibidas faixas com o lema da campanha “ A VIDA PASSA PELA FAIXA DE PEDESTRE” e distribuídos panfletos educativos para pedestres e condutores.


O mascote da SOS VIDA esteve abrilhantando e evento.


PARCEIROS que colaboraram: SMTT-Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes; CPRv- Companhia de Polícia Rodoviária da PMMA; Universidade CEUMA; Motociclistas de clubes de motos organizados; CEREST- Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, estadual; Comitê Vida no Trânsito e UNIPAS-União Internacional de Pastores e Capelães Voluntários.


Por Lourival Souza

Facebook: Campanha SOS VIDA
Instagram: @campanhasosvida
E-mail: valorizacaoaavida@gmail.comFones: (98)98114-3707(TIM-Whatsapp)
98891-1931(OI)
99202-1431(VIVO)
98423-0606(CLARO)