Matéria do dia

Sexta-feira começa a 18ª edição do Bacabal Folia

O evento inicia com Bell Marques, Durval Lelys e Dorgival Dantas na sexta-feira, dia 28 de julho na cidade de Bacabal (MA). Da redação do J...

Publicidade

Roberto Costa alerta sobre cortes nos repasses dos recursos dos Fundeb para os municípios

Nice Moraes
Agência Assembleia

Em pronunciamento feito na sessão desta segunda-feira (10), o deputado Roberto Costa (PMDB) alertou sobre o risco iminente de suspensão dos recursos do FUNDEB para as prefeituras municipais. Ele disse que o assunto precisa ser tratado com maior seriedade visto que a situação financeira dos municípios é de extrema dificuldade.

No entendimento do deputado, se realmente for concretizado esse corte do repasse dos recursos, vai ser criaada uma situação jamais vista no Estado do Maranhão, na área da Educação. “Acho que todas as forças políticas precisam, neste momento, dar as mãos, porque é um assunto extremamente preocupante que vai atingir uma parcela da população; fundamental para o presente e para o nosso futuro, que são os nossos estudantes, a nossa juventude”, disse Roberto Costa, enfatizando que entrou em contato com o senador João Alberto que lhe afirmou que, amanhã (11), eles terão uma audiência com o presidente da República, Michel Temer para tratar do assunto.

Nesse momento, segundo Roberto Costa, as questões políticas vão ter que ser deixadas de lado. “Acho que todos - a bancada na Câmara Federal e no Senado Federal - devem se juntar em prol de defender os interesses do Maranhão e da nossa população. Porque se esse fato se concretizar será muito difícil, principalmente, a área da educação, não só dos municípios, mas também do Estado. Nós não podemos fazer com que o Estado corra esse risco iminente que pode acontecer em função desse corte que houve”, acentuou Roberto Costa.

Acordo
Roberto Costa explicou que havia um acordo entre a Bancada Federal – com a participação dos deputados federais maranhenses em relação à solução desse problema, junto ao Governo Federal -, para suspender e parcelar, o que segundo eles, era devido ao Governo Federal. “Mas esse acordo, não sei por qual razão foi descumprido pelo Ministério da Educação e, hoje, nós vivemos aí com essa preocupação de acontecer esses cortes, o que será muito ruim para o Estado. Então, em função disso, também mantivemos o contato com os senadores João Alberto e Edison Lobão que mostraram toda a preocupação e falaram que amanhã estarão com o presidente da República para tratar desse assunto. Espero que esta reunião, este esforço do Senado Federal e da Câmara Federal, possa ter um resultado prático e que o Maranhão não sofra esse corte que será tão prejudicial para a vida do Estado”, finalizou Roberto Costa.