Escritora Bacabalense Elilene Araújo lança obra nesta quarta-feira, 22, no Espaço Bookafé - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Rogério Alves: Especialista em WhatSapp

Rogério Alves, advogado -  Em tempos de Google para tudo e WhatsApp como meio de informação (o fuxico virou notícia) todo mundo virou es...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Sem fim

Antes o amor me brindava em cores
Uma
Duas
Três noites de amores
Tom e dom de dissabores
Glória e rito sem valores
Noites
Dias
Um tempo sem fim

Havia
Então
O dia em que vivia
O tempo
A regra
Uma agonia
Valores
Cores do sem fim

Antes
Ontem
Nem te via
Hoje guias
Meu rumo e meu destino
Reclino
Declino e me afasto
Faço lastro
Na riqueza do sem fim

Enfim
no fim te vejo
Te beijo
Te amo
E te desejo
Revejo
Planejo viver contigo
apenas
Um longo dia sem fim.

Abel Carvalho

Escritora Bacabalense Elilene Araújo lança obra nesta quarta-feira, 22, no Espaço Bookafé

Share This

A escritora Elilene Araújo lançará nesta quarta-feira, 22, o livro de sua autoria “A Menina da Saia Rosa”. O evento acontecerá a partir das 18 horas, no Espaço Bookafé, na avenida Carlos Sardinha, nº 150, em Bacabal.

O livro estará à venda durante o evento e já pode ser adquirido nos sites abaixo.

Submarino - R$ 29,90 no cartão Submarino em até 2x de R$ 14,95 s/ juros

Lojas Americanas - R$ 29,90 no cartãoamericanas.com em até 2x de R$ 14,95 s/ juros

Trecho da obra:
"Na noite de 15 de Maio de 2010, Helena encontrava-se no interior de um teatro, mais precisamente no camarim, sentada em uma cadeira, de frente para o espelho dando o último retoque na maquiagem. Ela passava o batom delicadamente em seus lábios e olhava fixamente para seu reflexo no espelho. Helena achava-se bastante elegante e usava um belíssimo vestido longo preto, seus cabelos soltos, presos apenas de um lado com uma fivela cheia de pedras brilhantes, faziam com que mantivesse seu estilo pessoal. Preparava-se para uma grande apresentação e estava deveras ansiosa. Foi interrompida com o barulho das batidas na porta. Levantou-se para verificar do que se tratava. Quando abriu, deparou-se com seu pai, que a olhou dos pés à cabeça, admirado pela sua dedicação."

Do Blog do Sérgio Mathias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad