Lourival Souza: Como ensinar trânsito para crianças? - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Lourival Souza: Futuro da mobilidade - segurança, conectividade e compartilhamento

Lourival Souza, engenheiro - Aconteceu nesta quarta-feira (16), o evento realizado pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial ( ...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Condenação

Recém saído da puérpera solidão da embriaguez decido:
Aceito as penas que me são impostas.
Não recorrerei da minha condenação.
Serei sacro,
Nunca santo,
Recebo o clausuro que me impuseram.

Claustro e disforme vomitarei as brenhas do tempo.

Se me vergastarem,
Receberei o meu açoite.

Natibundo engulo o celibato que me amealha,
Sucumbo ao esterco dos desejos de Onam.

Se me admoestam,
Afago os sonhos, que são muitos,
Com o desdém da quiromania do passado.

Não choro, não retrocedo, apenas multiplico,
Estendo a ti a minha sentença.

Seremos comparsas coniventes da tua imposição,
tu juíza,
Eu réu, sem direito a absolvição.

Abel Carvalho

Lourival Souza: Como ensinar trânsito para crianças?

Share This

Lourival Souza, engenheiro - A Educação para o Trânsito não é disciplina, de acordo com a Legislação vigente, tanto de Trânsito como de Educação propriamente dita. Os PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais) tratam a Educação para o Trânsito como um tema local, dentro dos temas transversais e assim devem ser abordados dentro das escolas.
Para a implementação da Educação para o Trânsito nas escolas devem ser programadas as ações na proposta pedagógica levando em conta as fases do desenvolvimento das crianças, observando-as e respeitando as suas diferenças individuais.
Muitas escolas propõem atividades no contraturno, o que é interessante, porém, o ideal é que as crianças possam ter esse trabalho incorporado como tema transversal.Utilizar o tema trânsito no dia a dia em sala de aula, dá muito mais significado a ele.
A questão prioritária na Educação para o Trânsito deve ser sempre a percepção de riscos. A criança deve ser capaz de entender e diferenciar as situações de risco das situações seguras. Essas atividades, seja no contraturno, ou em horário normal de aulas, devem ter como foco, conscientizar as crianças de que são PEDESTRES, PASSAGEIROS DE VEÍCULOS e CICLISTAS e não condutores de veículos.
As crianças devem aprender a atravessar a rua, aprender que devem permanecer na cadeirinha ou assento de elevação, que não devem andar de motocicleta antes dos 7 anos de idade, não devem se sentar no banco da frente de um veículo antes de completar 10 anos, devem permanecer o tempo todo sentadas quando estiverem dentro de um veículo em movimento e o porquê disso tudo…há muito o que se trabalhar antes de se colocar uma criança atrás do volante de um carro, ainda que por brincadeira!
Educar crianças para o trânsito, é muito mais que pensar nelas como futuros condutores, é pensar nelas como PEDESTRES e CIDADÃOS, muito melhores do que somos e, desta forma, ter a esperança de um trânsito mais humano um dia.
Por Eliane Pietsak

Para saber mais
A Tecnodata Educacional dispõe de materiais para desenvolver projetos de Educação para o Trânsito em escolas: da Educação Infantil até o Ensino Médio. http://portaldotransito.com.br


USO DE PEÇAS NO SEGURO
A Susep divulgou uma nova orientação relacionada à forma como os veículos passarão a ser reparados. Agora, na necessidade de substituição de uma peça do carro, não será mais obrigatório que isso seja feito com peças originais – as seguradoras poderão oferecer a seus clientes a opção do uso de peças de reposição de fabricantes independentes. Fonte: www.cesvibrasil.com.br

CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO - CTB (Lei nº 9.503/97)
Art. 64. As crianças com idade inferior a dez anos devem ser transportadas nos bancos traseiros, salvo exceções regulamentadas pelo CONTRAN.

COMO PREVENIR ACIDENTES DE TRÂNSITO COM CRIANÇAS
No carro
· Nunca saia de carro com crianças sem usar o bebê conforto, a cadeirinha ou o assento de elevação, nem mesmo para ir só até a esquina. Esteja sempre atento, pois muitas colisões acontecem próximas à área de destino e origem ou em ruas com baixo limite de velocidade;
· Só use bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação que possuam o selo do Inmetro ou a certificação americana ou europeia;
· Siga sempre o manual de instrução dos dispositivos de retenção veicular, certifique-se que eles são apropriados a idade da criança e que se adaptem adequadamente ao seu veículo;
· O cinto de segurança é projetado para pessoas com no mínimo 1,45m de altura. Se a criança ainda não atingiu essa altura, ela precisa usar o assento de elevação para evitar que se machuque gravemente em caso de acidente;
· O airbag do passageiro pode machucar seriamente uma criança quando essa estiver sentada no banco da frente. Por isso, se for transportar uma criança em camionete, desative esse dispositivo. Fonte: https://criancasegura.org.br

FAÇA A SUA PARTE PELO TRÂNSITO SEGURO: SEJA OBEDIENTE ÀS LEIS DO TRÂNSITO.
Facebook e Instagram: Campanha SOS VIDA
Twitter: @valorizacaovida
Fone:(98)98114-3707(VIVO-Whatsapp)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad