Empresa de Pernambuco investe R$ 200 milhões em terminal de combustível no Maranhão - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Decreto proíbe a realização de eventos em Bacabal

  Assecom Bacabal, com, redação de Louremar Fernandes - O Decreto nº 742 da Prefeitura de Bacabal, proíbe a realização de qualquer tipo de ...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Poema em primeira pessoa

Estou vivo, ainda.
Tantos já se foram, eu não.
Quantos desafios ainda terei se não morrer?

Perdi pai, irmãos Perdi mãe, Reencontrei amigos, Muitos também se foram.

Eu sigo, estou vivo. Até quando?

Quantos não estão mais aqui...
Quantos dias terei que caminhar...

Estou vivo ainda...
Não sei por quantos dias,
Por quanto tempo caminharei sem destino
Quanto tempo a vida me vagueará...

Quando nós nos conhecemos?
Porque sofremos?
Quantos dias teremos?

A vida é assim...
Quantos dias foram reais...

Às vezes se mira o impossível
A vida é apenas um conjunto de sonhos e quimeras
Nunca
Nunca será a esperada era
O longo caminho que Deus vocifera
A quilha
O limo
A nódoa infante
Não se pode ter sempre o que se quer
E se você não está aqui
Os dias são mais difíceis

Eu, coadjuvante na batalha,
Pereço como tantos que se foram,

Sem contar os dias vacilo em perene devaneio
Ano após ano
Me perco em um passado sem futuro,
Em dias,
Em noites,
Pensamentos obscuros...
Vagueio entre os medos
Que eu mesmo construí

Se escapar, então,
Sei que vou consegui distingui
O Céu do Inferno
Heróis de fantasmas
A vida do fim...

Abel Carvalho

Empresa de Pernambuco investe R$ 200 milhões em terminal de combustível no Maranhão

Share This


Terminal como o de Porto de Suape em Pernambuco será construído em São Luís (Suape/divulgação)
O grupo Terminais Marítimos de Pernambuco (Temape), de Pernambuco, vai investir cerca de R$ 200 milhões na construção de um terminal de armazenamento de combustíveis líquidos, na área do Distrito Industrial de São Luís (Disal). A empresa recebeu, esta semana, a autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para a implantação do empreendimento.
O investimento, na primeira fase, será de R$ 128 milhões, devendo gerar 300 empregos diretos e indiretos. Já na segunda fase, serão R$ 52 milhões. A alteração dos valores ocorreu em virtude da demora da autorização para o início das obras.
As tratativas para viabilidade do empreendimento no Maranhão foram conduzidas pela Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) como parte da política de atração de investimentos para o Estado.
Segundo o secretário Simplício Araújo, da Seinc, o empreendimento faz parte das obras do setor de tancagem que já haviam sido anunciadas e que estão transformando o Maranhão no maior hub de combustíveis do Brasil.
“Nesse momento delicado em que o Brasil está vivendo com a crise econômica, a Seinc segue seu compromisso de atrair mais investimentos como esse, contribuindo para transformar o Maranhão no maior hub de combustíveis do Brasil”, frisou Simplício (no registro ao centro, com diretores da Temape).
A empresa já realizou a limpeza do terreno e, com a licença de instalação, agora, inicia a etapa de terraplanagem. A Seinc consolidou parceria com a Temape, a fim de expandir o setor de tancagem no Maranhão. A pasta assegurou a contratação de mão de obra local por parte da empresa, durante a execução das obras e operação do terminal. De acordo com a empresa, o Porto do Itaqui foi um grande diferencial para a decisão da construção da base no Maranhão.
O projeto é composto por 11 tanques destinados para a movimentação e o armazenamento de produtos inflamáveis, combustíveis, etanol; dois dutos portuários; uma plataforma rodoviária e uma ferroviária, além de instalações complementares. A empresa presta serviços de comercialização e armazenamento e distribuição de combustíveis derivados de petróleo, álcool e outros biocombustíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad