Rogério Alves: Edvan Brandão não abre mão do dinheiro da arrecadação da iluminação pública na cidade de Bacabal - Abel Carvalho

Matéria do Dia

A pedido do vereador Venâncio do Peixe câmara de Bacabal cria Comissão Parlamentar Especial para realizar estudos sobre a regularização fundiária no Município

Assecom Câmara, com redação de Abel Carvalho e fotos de Wanderson Ricardo e Cléber Lima - A câmara municipal de Bacabal aprovou em sua últi...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Poema em primeira pessoa

Estou vivo, ainda.
Tantos já se foram, eu não.
Quantos desafios ainda terei se não morrer?

Perdi pai, irmãos Perdi mãe, Reencontrei amigos, Muitos também se foram.

Eu sigo, estou vivo. Até quando?

Quantos não estão mais aqui...
Quantos dias terei que caminhar...

Estou vivo ainda...
Não sei por quantos dias,
Por quanto tempo caminharei sem destino
Quanto tempo a vida me vagueará...

Quando nós nos conhecemos?
Porque sofremos?
Quantos dias teremos?

A vida é assim...
Quantos dias foram reais...

Às vezes se mira o impossível
A vida é apenas um conjunto de sonhos e quimeras
Nunca
Nunca será a esperada era
O longo caminho que Deus vocifera
A quilha
O limo
A nódoa infante
Não se pode ter sempre o que se quer
E se você não está aqui
Os dias são mais difíceis

Eu, coadjuvante na batalha,
Pereço como tantos que se foram,

Sem contar os dias vacilo em perene devaneio
Ano após ano
Me perco em um passado sem futuro,
Em dias,
Em noites,
Pensamentos obscuros...
Vagueio entre os medos
Que eu mesmo construí

Se escapar, então,
Sei que vou consegui distingui
O Céu do Inferno
Heróis de fantasmas
A vida do fim...

Abel Carvalho

Rogério Alves: Edvan Brandão não abre mão do dinheiro da arrecadação da iluminação pública na cidade de Bacabal

Share This
Rogério Alves, advogado - Ninguém pode negar que o aumento da iluminação pública tem sido a principal bandeira do Vereador Egídio em Bacabal. Não é de hoje que o vereador Coronel Egídio levanta a voz na Câmara Municipal, contrária à Lei nº 1345/2017, que instituiu um aumento abusivo na taxa de iluminação pública de Bacabal em mais de 108%.
O município afirma que os valores arrecadados são necessários. Certeza é que essa quantia (cerca de um milhão e cem mil reais por mês) não chega nem perto de ser aplicada nas ruas de nosso município, sendo parte desviada para o pagamento do consumo dos prédios públicos e a outra parte sabe-se lá desviada para onde.
No entanto, o vereador, que é pré-candidato a prefeito, nunca apresentou o contrato com a empresa de iluminação (não sei se pediu ao executivo), nunca apresentou as despesas mensais, nem tão pouco os empenhos de pagamento. Difícil acreditar que um vereador não consiga tais documentos, que são públicos.
Apesar de ainda ter dúvidas sobre qual o lado do Coronel Egídio na política de Bacabal, já que é pessoa da confiança de João Alberto, tenho que admitir que ele não poupa Edvan Brandão das críticas.
“Essa lei causa prejuízo econômico e social muito grande à sociedade bacabalense. Por mês, é mais R$ 1,1 milhão arrecadado das pessoas humildes e carentes. Até agora, já foram R$ 22 milhões tirados dessas pessoas. É muito dinheiro e nada foi feito”, garantiu Coronel Egídio.
Minha sugestão, caro vereador, é que deixe um pouco de lado a publicidade das redes sociais e nos apresente o contrato, os empenhos de pagamento e o relatório das despesas com a iluminação pública. Assim, eu lhe garanto que será possível comprovar se existe “tamanho abuso, corrupção e desvio de verba pública”.

Um comentário:

Post Bottom Ad