Roberto Costa e Fundação Ulysses Guimarães promovem curso de dicção e oratória na Assembleia - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Decreto proíbe a realização de eventos em Bacabal

  Assecom Bacabal, com, redação de Louremar Fernandes - O Decreto nº 742 da Prefeitura de Bacabal, proíbe a realização de qualquer tipo de ...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Poema em primeira pessoa

Estou vivo, ainda.
Tantos já se foram, eu não.
Quantos desafios ainda terei se não morrer?

Perdi pai, irmãos Perdi mãe, Reencontrei amigos, Muitos também se foram.

Eu sigo, estou vivo. Até quando?

Quantos não estão mais aqui...
Quantos dias terei que caminhar...

Estou vivo ainda...
Não sei por quantos dias,
Por quanto tempo caminharei sem destino
Quanto tempo a vida me vagueará...

Quando nós nos conhecemos?
Porque sofremos?
Quantos dias teremos?

A vida é assim...
Quantos dias foram reais...

Às vezes se mira o impossível
A vida é apenas um conjunto de sonhos e quimeras
Nunca
Nunca será a esperada era
O longo caminho que Deus vocifera
A quilha
O limo
A nódoa infante
Não se pode ter sempre o que se quer
E se você não está aqui
Os dias são mais difíceis

Eu, coadjuvante na batalha,
Pereço como tantos que se foram,

Sem contar os dias vacilo em perene devaneio
Ano após ano
Me perco em um passado sem futuro,
Em dias,
Em noites,
Pensamentos obscuros...
Vagueio entre os medos
Que eu mesmo construí

Se escapar, então,
Sei que vou consegui distingui
O Céu do Inferno
Heróis de fantasmas
A vida do fim...

Abel Carvalho

Roberto Costa e Fundação Ulysses Guimarães promovem curso de dicção e oratória na Assembleia

Share This
O curso acontece até esta sexta-feira, 6, na Assembleia Legislativa
Agência Assembleia, com redação de Marcelo Vieira e foto de Biaman Prado - Com o objetivo de capacitar o cidadão para os mais diversos desafios em público, a Fundação Ulysses Guimarães, com apoio do deputado Roberto Costa (MDB), iniciou, nesta quinta-feira (5), na Assembleia Legislativa do Maranhão, o Curso de Dicção e Oratória e Comunicação de Alto Impacto, voltado para todos os segmentos da sociedade. O curso prossegue até esta sexta-feira (6), com a participação de 300 alunos, que se inscreveram gratuitamente. Esta é a segunda vez que a Assembleia oferece o curso.
O presidente da Fundação Ulysses Guimarães no Maranhão,  professor  Wellington Gouveia, destacou que a oratória refere-se  ao conjunto de regras e técnicas adequadas para produzir e apresentar um discurso e apurar as qualidades pessoais do orador. O curso aborda a oratória na Comunicação no Século 21.
"Hoje e amanhã, repassaremos técnicas de como falar e se apresentar em público, que vai desde eliminar vícios de linguagem até a apresentação pessoal. O curso alcança todos os segmentos que trabalham com o público, como vendedor, garçom, professor, político, entre outros", explicou o professor Wellington Gouveia.
Ele fez referência a Aristóteles, Cícero e Quintiliano,  entre os mais conhecidos autores clássicos que estudaram o tema. “A oratória tem sido essencial em todas as áreas do conhecimento humano, já que todas elas necessitam de uma boa transmissão para o seu desenvolvimento”, afirmou.
Wellington Gouveia chamou a atenção para o temor de se falar em público, enfatizando que esse medo não se combate, mas se trabalha, porque ele surge de uma questão fisiológica. No entendimento dele, a oratória deveria constar da grade curricular das escolas, pela sua importância no contexto social.
"Esse curso tem resultado importante e transformador. Pessoas que entram tímidas, após o curso conseguem uma evolução significativa. Temos relatos de acadêmicos que fizeram nosso curso e foram aprovados com excelência em suas apresentações orais", complementou Wellington Gouveia.
O deputado estadual Roberto Costa ressaltou a importância de se fazer um curso como este. "Trata-se de um curso que oferece capacitação para proporcionar melhores condições de trabalho para o cidadão que tem dificuldade em se expressar em público. Sabemos que a comunicação é importante e transforma a vida dos jovens e dos trabalhadores. Então, este curso é para desenvolver competências necessárias para que o indivíduo tenha uma boa elaboração de um discurso e fale em público sem problemas. Aproveito para parabenizar a Fundação Ulysses Guimarães, que está preocupada em capacitar pessoas em todos os municípios do Estado, levando conhecimento que vai contribuir para a qualificação no mercado de trabalho de milhares de pessoas”, disse Roberto Costa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad