Procuradoria Geral de Bacabal notifica servidores para devolução de dinheiro do auxiilio emergencial - Abel Carvalho

Matéria do Dia

A pedido do vereador Venâncio do Peixe câmara de Bacabal cria Comissão Parlamentar Especial para realizar estudos sobre a regularização fundiária no Município

Assecom Câmara, com redação de Abel Carvalho e fotos de Wanderson Ricardo e Cléber Lima - A câmara municipal de Bacabal aprovou em sua últi...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Poema em primeira pessoa

Estou vivo, ainda.
Tantos já se foram, eu não.
Quantos desafios ainda terei se não morrer?

Perdi pai, irmãos Perdi mãe, Reencontrei amigos, Muitos também se foram.

Eu sigo, estou vivo. Até quando?

Quantos não estão mais aqui...
Quantos dias terei que caminhar...

Estou vivo ainda...
Não sei por quantos dias,
Por quanto tempo caminharei sem destino
Quanto tempo a vida me vagueará...

Quando nós nos conhecemos?
Porque sofremos?
Quantos dias teremos?

A vida é assim...
Quantos dias foram reais...

Às vezes se mira o impossível
A vida é apenas um conjunto de sonhos e quimeras
Nunca
Nunca será a esperada era
O longo caminho que Deus vocifera
A quilha
O limo
A nódoa infante
Não se pode ter sempre o que se quer
E se você não está aqui
Os dias são mais difíceis

Eu, coadjuvante na batalha,
Pereço como tantos que se foram,

Sem contar os dias vacilo em perene devaneio
Ano após ano
Me perco em um passado sem futuro,
Em dias,
Em noites,
Pensamentos obscuros...
Vagueio entre os medos
Que eu mesmo construí

Se escapar, então,
Sei que vou consegui distingui
O Céu do Inferno
Heróis de fantasmas
A vida do fim...

Abel Carvalho

Procuradoria Geral de Bacabal notifica servidores para devolução de dinheiro do auxiilio emergencial

Share This

Assecom Bacabal - A Procuradoria Geral do Município de Bacabal está notificando os servidores municipais que receberam irregularmente o auxílio emergencial. Foram notificadas 34 servidores que tem o prazo de 5 dias a partir do recebimento da notificação para procurarem a Procuradoria, no prédio da Prefeitura Municipal.
A Procuradora Geral, advogada. Anna Cibelle Albuquerque Braz explica: "O auxilio emergencial foi criado pela Lei Federal 13.982/2020 para que o brasileiro pudesse enfrentar os dias graves da pandemia da Covid-19. Um dos critérios dessa lei é que nenhum servidor tem direito de receber o auxilio, seja qual for a situação jurídica desse servidor. O que estamos fazendo é parte de uma operação conjunta com a Controladoria Geral da União e com o Tribunal de Contas do Maranhão para que esses valores retornem para o Governo Federal, sem que o servidor que recebeu irregularmente seja penalizado".
Dos 34 servidores notificados, 3 receberam o auxilio em duas parcelas de 600 reais. Seis servidores receberam o auxílio em parcela única de 1.200 reais. Os demais receberam apenas uma parcela de 600 reais.

O que o servidor deve fazer?
O servidor precisar gerar uma Guia de Recolhimento da União (GRU) para pagar no banco.
Isso é feito acessando o seguinte endereço eletrônico: https://devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br/devolucaoApós informar se é ou não beneficiário do Bolsa Família.

Depois as ações são as seguintes:
1. Informar o CPF do Beneficiário que irá fazer a devolução;
2. Selecionar a opção de pagamento da GRU – "Banco do Brasil" ou "qualquer Banco".

Para pagamento no Banco do Brasil, basta marcar a opção "Não sou um robô" e clicar no botão "Emitir GRU";
Para pagamento em qualquer banco, é necessário informar o endereço do Beneficiário, conforme informações que serão pedidas após selecionar "Em qualquer Banco", marcar a opção "Não sou um robô" e clicar no botão "Emitir GRU".
De posse da GRU, é necessário fazer o pagamento nos diversos canais de atendimento dos bancos tais como via internet, terminais de autoatendimento, e guichês de caixa das agências, lembrando que a GRU com opção de pagamento no Banco do Brasil, só pode ser paga via canais e agências do próprio Banco.
Depois que devolver o dinheiro o servidor deverá comparecer à Procuradoria Geral do Município para que seja dado baixa no sistema do Tribunal de Contas do Estado – TCE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad