Lourival Souza: Condições dos faróis das motocicletas garantem segurança no trânsito - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Roberto Costa entrega cestas básicas no Codozinho

  O deputado Roberto Costa deu continuidade às ações de entrega de cestas básicas e dessa vez ele esteve junto à comunidade do Codozinho, ac...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Condenação

Recém saído da puérpera solidão da embriaguez decido:
Aceito as penas que me são impostas.
Não recorrerei da minha condenação.
Serei sacro,
Nunca santo,
Recebo o clausuro que me impuseram.

Claustro e disforme vomitarei as brenhas do tempo.

Se me vergastarem,
Receberei o meu açoite.

Natibundo engulo o celibato que me amealha,
Sucumbo ao esterco dos desejos de Onam.

Se me admoestam,
Afago os sonhos, que são muitos,
Com o desdém da quiromania do passado.

Não choro, não retrocedo, apenas multiplico,
Estendo a ti a minha sentença.

Seremos comparsas coniventes da tua imposição,
tu juíza,
Eu réu, sem direito a absolvição.

Abel Carvalho

Lourival Souza: Condições dos faróis das motocicletas garantem segurança no trânsito

Share This
Lourival Souza, engenheiro - Manter os faróis das motocicletas em funcionamento é uma medida importante de segurança no trânsito. Nos modelos de motos mais recentes, a DRL é a melhor opção para o trânsito durante o dia. “DRL é o equipamento mais indicado e seguro para o dia. No sentido de que sinaliza, sem ofuscamentos, onde o veículo está em ultrapassagens ou trocas de pistas. Além disso, alerta condutores em sentidos opostos ou no mesmo por meio dos retrovisores. No entanto, para aqueles que ainda não possuem esse equipamento instalado, o uso do farol baixo é melhor do que nada”, explica Jarbas Enzenberg, diretor de Engenharia e Qualidade da Arteb.
Ainda de acordo com o executivo, o farol baixo é mais indicado durante a noite. O objetivo é não ofuscar quem vem no sentido oposto ou em locais escuros como dentro de túneis.

Direção segura
Portanto, para uma direção mais segura é importante que o motociclista utilize sempre uma sinalização luminosa. Inclusive durante o dia. Uma opção para escapar das multas é a opção por equipamentos com acendimento automático.
As novas regras do Código de Trânsito Brasileiro, que entraram em vigor em abril, afrouxaram a penalidade para quem trafega com os faróis da moto apagados. Nesse sentido, a infração passou de gravíssima, com risco de recolhimento da CNH e suspensão do direito de dirigir, para média.
No entanto, apesar de não mais causar a suspensão da CNH, o motociclista deve ficar atento. Definitivamente, o equipamento luminoso em bom estado é fundamental para garantir a segurança do motociclista.
O Brasil está entre os dez primeiros países com maior número de mortes causadas por acidentes nas ruas, estradas e rodovias, segundo dados do governo. E as motos são os veículos que mais causam vítimas fatais no trânsito. Fonte: portaldotransito.com.br

PALHETA DE PARA-BRISA EXIGE CUIDADOS MESMO COM CARRO PARADO
As palhetas dos para-brisas dos veículos são itens essenciais para a segurança dos passageiros. Além de limpar o vidro, elas também são responsáveis por manter a nitidez da visão do motorista em dias chuvosos. Por isso, são necessários alguns cuidados para manter a qualidade da peça.
O ressecamento das borrachas das palhetas é um dos acontecimentos mais comuns que levam ao fim da qualidade do produto. No atual cenário de pandemia, durante o qual os veículos ficam mais tempo sem uso, expostos à variação climática e o limpador na mesma posição por um longo tempo, essa situação pode ocorrer com mais frequência. Esguichar água no para-brisa e ativar os limpadores uma vez por semana, assim hidratando a borracha e movimentando a palheta, são alguns dos cuidados simples que podem minimizar a situação.
Além desses, existem outros passos para manter a qualidade da palheta. São eles: evitar estacionar o veículo diretamente exposto ao sol, utilizar um limpa para-brisa de qualidade, garantir que a reinstalação dos braços do limpador seja feita corretamente e, caso seja possível, mantê-los erguidos, sem contato com o para-brisa.
Além disso, por serem consideradas itens de segurança, palhetas em mau estado de conservação resultam em infração grave, com retenção do veículo. Fonte: https://cesvibrasil.com.br

CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO (lei n. 9.503/97)
Art. 252. Dirigir o veículo:
V - com apenas uma das mãos, exceto quando deva fazer sinais regulamentares de braço, mudar a marcha do veículo, ou acionar equipamentos e acessórios do veículo;
Parágrafo único. A hipótese prevista no inciso V caracterizar-se-á como infração gravíssima no caso de o condutor estar segurando ou manuseando telefone celular.

LEMA DO MAIO AMARELO EM 2021
“ Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito”

FAÇA A SUA PARTE PELO TRÂNSITO SEGURO: SEJA OBEDIENTE ÀS LEIS DO TRÂNSITO.
Leia semanalmente a coluna SOS Vida na edição impressa de sábado do Jornal O Imparcial
Facebook e Instagram: Campanha
SOS VIDA Twitter: @valorizacaovida
Fone:(98)98114-3707(VIVO-Whatsapp)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad