Vereador Professor Markim Indica a criação do Museu Municipal de Bacabal e a restauração do antigo prédio da Assembleia de Deus para a instituição do Memorial Pastor Boa Ventura - Abel Carvalho

Matéria do Dia

A pedido do vereador Venâncio do Peixe câmara de Bacabal cria Comissão Parlamentar Especial para realizar estudos sobre a regularização fundiária no Município

Assecom Câmara, com redação de Abel Carvalho e fotos de Wanderson Ricardo e Cléber Lima - A câmara municipal de Bacabal aprovou em sua últi...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Poema em primeira pessoa

Estou vivo, ainda.
Tantos já se foram, eu não.
Quantos desafios ainda terei se não morrer?

Perdi pai, irmãos Perdi mãe, Reencontrei amigos, Muitos também se foram.

Eu sigo, estou vivo. Até quando?

Quantos não estão mais aqui...
Quantos dias terei que caminhar...

Estou vivo ainda...
Não sei por quantos dias,
Por quanto tempo caminharei sem destino
Quanto tempo a vida me vagueará...

Quando nós nos conhecemos?
Porque sofremos?
Quantos dias teremos?

A vida é assim...
Quantos dias foram reais...

Às vezes se mira o impossível
A vida é apenas um conjunto de sonhos e quimeras
Nunca
Nunca será a esperada era
O longo caminho que Deus vocifera
A quilha
O limo
A nódoa infante
Não se pode ter sempre o que se quer
E se você não está aqui
Os dias são mais difíceis

Eu, coadjuvante na batalha,
Pereço como tantos que se foram,

Sem contar os dias vacilo em perene devaneio
Ano após ano
Me perco em um passado sem futuro,
Em dias,
Em noites,
Pensamentos obscuros...
Vagueio entre os medos
Que eu mesmo construí

Se escapar, então,
Sei que vou consegui distingui
O Céu do Inferno
Heróis de fantasmas
A vida do fim...

Abel Carvalho

Vereador Professor Markim Indica a criação do Museu Municipal de Bacabal e a restauração do antigo prédio da Assembleia de Deus para a instituição do Memorial Pastor Boa Ventura

Share This
Assecom Bacabal, com redação de Abel Carvalho e foto de Wanderson Ricardo - O vereador Professor Markim (PSC) teve apreciadas 03 indicações com temas afins, na sessão ordinária realizada ontem, quarta-feira, 05 de maio, pela câmara municipal de Bacabal. Homologadas as proposições agora serão encaminhadas, pela Secretaria da Casa, ao prefeito Edvan Brandão de Farias (PDT) e ao deputado federal João Marcelo (MDB), destinatários das sugestões.
Na primeira Indicação o vereador socialista cristão solicita ao prefeito que elabore, e apresente a câmara, usando como base a base no que é previsto no artigo 203 da Lei Orgânica Municipal, Projeto de Lei Complementar visando à criação do “Museu Municipal de Bacabal”.
Professor Markim afirmou que a Indicação se fazia necessária, devido, principalmente, a necessidade de complementação e regulamentação do que está previsto, na Lei Orgânica, Artigo 203, que rege que o Município criará o Museu Municipal, onde serão apontados documentos e arquivos dos grandes vultos municipais.
Afirmou, também, que se fazia necessária visto que o museu é um espaço de aprendizagem, onde variadas formas de expressão e informação estarão à disposição dos seus visitantes, colaborando de forma significativa para o processo de preservação da memória, reforçando a construção de identidade do nosso povo e da nossa cidade, e que, é por meio dessas instituições, que conseguimos manter um pouco de nossa história.
Desse modo, concluiu, mo município de Bacabal, sendo uma cidade centenária, já se faz necessário à criação de um espaço de preservação da memória e da história local.

Pastor Boaventura
Nas outras duas indicações o parlamentar solicita que o deputado federal João Marcelo Souza (MDB) encaminhe, de forma urgente, emenda parlamentar de sua autoria, com o objeto de promover a imediata restauração do antigo prédio que, durante muitos anos serviu como Templo para o funcionamento da Igreja Assembleia de Deus de Bacabal para que no mesmo possa se instituído o Memorial Pastor Boa Ventura, e, que o prefeito Edvan Brandão promova essa restauração.
Professor Markim mostrou aos seus pares que, dono de imensurável legado e dono de um vasto material de conteúdo que preserva a sua história e a história da Igreja Assembleia de Deus em Bacabal, além da própria História do Município, é essa uma justa e merecida homenagem ao Pastor Boaventura, um Cidadão do Mundo, pioneiro em várias obras sociais em nossa cidade que trabalhou em prol dos menos favorecidos através do Instituto Benemérito e do colégio Gunnar Vingre, propiciando educação gratuita a centenas de alunos, além de ter sido pioneiro também na educação profissional, realizando para os jovens da nossa cidade cursos preparatórios para o mercado de trabalho.
Informou que Boaventura Pereira Sousa nasceu em 14 de agosto de 1926 na cidade de Araioses, Maranhão, e se converteu ao protestantismo em 09 de abril de 1944, na Assembleia de Deus, em Magalhães de Almeida, Maranhão, na Congregação de Parnaíba, casando-se em 05 de abril de 1947 com Inácia Saraiva Menezes Sousa, com quem viveu até o dia 24 de dezembro 1994. Foi autorizado evangelista em 17 de setembro de 1947 para trabalhar em Mata Roma, onde permaneceu por cerca de 05 anos, exerceu pastorado em Caxias, Maranhão de 1956 a 1960.
Que o Pastor assumiu a direção da Assembleia de Deus em Bacabal em agosto de 1963 e aqui realizou o trabalho de desmembramento das cidades de São Luis Gonzaga, Lago Verde e Bom Lugar, entre outros municípios. Em 06 de novembro de 1986 lançou a pedra fundamental do que hoje se tornou um símbolo na nossa cidade, que é o templo na Rua Maranhão Sobrinho.
E que recebeu sua jubilação em 22 de março de 1996 e entregou a liderança da congregação nesta cidade para o Pastor Francisco Raposo, em 19 de abril de 1996. Em 22 de março de 1996 ocorreu seu segundo enlace matrimonial, desta feita, com Severina de Jesus Ribeiro Sousa, com quem percorreu o resto do tempo lhe dado em vida, vindo a descansar para o senhor no dia 11 de junho de 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad