Carlinhos Florêncio participa de solenidade de assinatura da Lei de Produtos Artesanais - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Rogério Alves: Especialista em WhatSapp

Rogério Alves, advogado -  Em tempos de Google para tudo e WhatsApp como meio de informação (o fuxico virou notícia) todo mundo virou es...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Sem fim

Antes o amor me brindava em cores
Uma
Duas
Três noites de amores
Tom e dom de dissabores
Glória e rito sem valores
Noites
Dias
Um tempo sem fim

Havia
Então
O dia em que vivia
O tempo
A regra
Uma agonia
Valores
Cores do sem fim

Antes
Ontem
Nem te via
Hoje guias
Meu rumo e meu destino
Reclino
Declino e me afasto
Faço lastro
Na riqueza do sem fim

Enfim
no fim te vejo
Te beijo
Te amo
E te desejo
Revejo
Planejo viver contigo
apenas
Um longo dia sem fim.

Abel Carvalho

Carlinhos Florêncio participa de solenidade de assinatura da Lei de Produtos Artesanais

Share This
O deputado Carlinhos Florêncio (PHS) participou como muita alegria, ao lado da governadora Roseana Sarney e do secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Cláudio Azevedo, no último dia 19, no Palácio dos Leões, da solenidade de assinatura da Lei de Produtos Artesanais. Essa lei é resultado de uma ampla articulação e discussão realizada pelo deputado Carlinhos Florêncio e o ex-deputado Fábio Braga (PMDB), com todos os segmentos envolvidos com a agricultura familiar no Estado do Maranhão.
“A Lei que sanciono hoje muda completamente a economia do setor da agroindústria em nosso estado. Milhares de produtores, que não tinham como sair da informalidade, a partir de agora poderão regularizar a sua atividade e participar de forma mais eficiente do processo produtivo”, disse a governadora Roseana Sarney.
“Essa é uma medida que faz com que a agroindústria familiar de pequeno porte aumente ainda mais a produção e a qualidade dos produtos de origem animal, vegetal ou mista e isto representa também mais geração de emprego e renda”, completou a governadora.
Segundo o deputado Carlinhos Florêncio e o secretário Cláudio Azevedo, a sanção desta lei era um sonho de todos os produtores rurais do Maranhão. “Produtores que vinham sofrendo ao longo dos anos dificuldades de comercializar seus produtos, agora vão ter oportunidade de realizar ações de compra e venda de sua produção”, esclareceu Carlinhos Florêncio.
De acordo com o deputado, a medida permitirá que a Agência de Defesa Agropecuária (AGED) tenha maior flexibilidade no processo de regularização das agroindústrias maranhenses. “Após a sanção da Lei, a Agência de Defesa Agropecuária (AGED) terá um prazo de 180 dias para regulamentá-la, ou seja, para detalhar os procedimentos necessários para a regularização desses empreendimentos”, acrescentou Florêncio.

Da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad