Bacabal Por Dentro: não foi Giba - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Rogério Alves: Especialista em WhatSapp

Rogério Alves, advogado -  Em tempos de Google para tudo e WhatsApp como meio de informação (o fuxico virou notícia) todo mundo virou es...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Sem fim

Antes o amor me brindava em cores
Uma
Duas
Três noites de amores
Tom e dom de dissabores
Glória e rito sem valores
Noites
Dias
Um tempo sem fim

Havia
Então
O dia em que vivia
O tempo
A regra
Uma agonia
Valores
Cores do sem fim

Antes
Ontem
Nem te via
Hoje guias
Meu rumo e meu destino
Reclino
Declino e me afasto
Faço lastro
Na riqueza do sem fim

Enfim
no fim te vejo
Te beijo
Te amo
E te desejo
Revejo
Planejo viver contigo
apenas
Um longo dia sem fim.

Abel Carvalho

Bacabal Por Dentro: não foi Giba

Share This
G. Lacerda.
O odontólogo e multi empresário Gilberto Lacerda, que segundo o radialista, SD PM afastado, blogueiro e estudante de direito Louremar Fernandes ocupa o importante papel de guru político do prefeito José Alberto Veloso, vem desempenhando com sucesso a função de coordenador de campanhas de diversas candidaturas ao longo de todos esses anos.

Esse ano Gilberto esteve a frente da coordenação das campanhas de Alberto Filho e Rigo Teles. Fato que, mais uma vez, o colocou em campo oposto ao senador vicentino João Alberto Sousa, apoiador do filho adotivo político Roberto Costa e do filho biológico João Marcelo Sousa.

Embora convivam bem politicamente e se elogiem mutuamente, Giba e João vivem as turras defendendo suas posições e ideais. Esse ano João queria o palanquão e Giba o palanquinho. Depois de forte embate nos bastidores João venceu e foi preparado um mega comício final para a campanha com a presença de todo o staff político do grupo Sarney.

O resultado você conhece: foi aquela muvuca do tira os cartazes e a propaganda de João Marcelo e João Marcelo e João não sobem no palanquão

O final: João subiu, discursou e foi vaiado.

Dias depois um João constrangido foi a TV Difusora alegar o trabalho que acha fez por Bacabal ao longo desses últimos 50 anos. Como sempre chorou e pediu respeito. Também encontrou um Cristo para explicar a muvuca: Gilberto Lacerda.

Errou. Não foi Giba. A ordem para a retirada dos cartazes e da propaganda de João Marcelo partiu do deputado federal Alberto Filho, foi dada pelo celular e foi executada pelo assessor José Alberto Veloso Oliveira Sobrinho.

As vaias quando João discursava foram, um tanto, naturais, em razão do clima criado pela grande muvuca.

Por Abel carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad