NÃO LARGA O OSSO! ROBERTO COSTA CONSEGUE INVALIDAR ZÉ VIEIRA COMO PREFEITO DE BACABAL - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Rogério Alves: Advogado Carlos Sérgio é recebido em 'live' para discutir 'eleições 2020'.

Rogério Alves, advogado - Recebi em live, na última quarta-feira, dia 8 de julho, em minha página no Youtube, ao advogado Carlos Sérgi...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Quantas Poesias?

Quantas poesias faria pra ti na mesma noite?
Todas que o meu amor coubesse...
E nelas realizaria todos os teus sonhos
Os meus sonhos
Os nossos sonhos
Enfim...

Quantas poesias teria feito pra ti se já vivemos juntos?
Todas que o meu amor coubesse em um ano
Em tantos anos que já tivéssemos vividos, assim

Mas seriam poemas de regozijo e alegria
Versos de amor e fantasia
Nunca rimas de dor
Saudade e desespero como agora

Você sempre acaba abandonando alguém
Para ficar com outra pessoa
Dor estranha
Saudade sem nexo
Não querer sair
Não querer ficar

Que confusão lírica
Odisseia de amores perdidos
Ditos como verdadeiros
E silos de dissabores e devaneios

Canção
Caução
Correção inacabada
Vitiligo que nunca escurece
Amor
Amor sem fim
Sem ti
Sentir
Sem mim
Sem tom
Sem sentido
Sem dia
Sem noite
Enfim assim...

Abel Carvalho

NÃO LARGA O OSSO! ROBERTO COSTA CONSEGUE INVALIDAR ZÉ VIEIRA COMO PREFEITO DE BACABAL

Share This

Jorge Vieira


Quem faz parte do clã Sarney tem uma característica em comum: não larga o osso de jeito nenhum. Agora, em mais um capítulo da novela Prefeitura de Bacabal, o deputado estadual Roberto Costa (PMDB) conseguiu novamente derrubar na justiça o adversário Zé Vieira.

A liminar que, ainda na semana passada, determinava Zé Vieira (PP) ficha limpa e assim concedia a ele a posse definitiva como prefeito de Bacabal, foi invalidada hoje. A decisão foi tomada na 6 turma do TRT, em Brasília, no dia 19 e só foi publicada no diário oficial no dia 25 deste mês.
Com a decisão, Bacabal pode ter uma nova eleição ou assumir o deputado Roberto Costa. A questão é que, diante de tantas idas e vindas da justiça em um eterno cabo de guerra entre os adversários, só mostra a fragilidade do judiciário brasileiro. No final das contas, independente de qualquer resultado, já não se sabe quem de fato é legítimo para governar o município.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad