Acadêmicos do curso de Medicina da Uema de Caxias reúnem-se com corregedor geral do TJMA - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Em Bacabal trabalhadores da educação começaram a ser vacinados hoje, 20 de abril

Assecom Bacabal, com redação de Louremar Fernandes e fotos de Melquisedeque Morais - A Prefeitura de Bacabal começou hoje a vacinação dos t...

Portal da Poesia


Portal da Poesia ...

Porque tudo morre?
Porque existe a morte.
Porque existe a morte?
A morte não existe,
A morte é o fim.
A morte é o mais pleno,
Absurdo e absoluto
Poder da ausência.

Abel Carvalho

Acadêmicos do curso de Medicina da Uema de Caxias reúnem-se com corregedor geral do TJMA

Share This
Djalma Rodrigues, do Blog do Djalma Rodrigues - O corregedor geral do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Marcelo Carvalho Silva, recebeu, nesta segunda-feira(9), acadêmicos do curso de Medicina da Uema de Caxias. O encontro foi realizado a pedido do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB).
O encontro marcou o desdobramento das denúncias feitas junto ao Legislativo estadual sobre supostas transferências irregulares de alunos de faculdades particulares, e até de universidades estrangeiras, para o curso de Medicina da Uema de Caxias, por meio de liminares expedidas pela Justiça. O caso foi relatado da tribuna da casa pelos deputados César Pires (PV) e Dr. Yglésio Moisés (PDT).
A Corregedoria Geral de Justiça abriu sindicância para apurar as denúncias no prazo de 60 dias. O desembargador Marcelo Carvalho informou que um juiz auxiliar da Corregedoria irá a Caxias ouvir o juiz que teria expedido as liminares supostamente irregulares. Ele disse ainda que a Justiça ouvirá os deputados César Pires e Dr. Yglésio Moisés, que relataram as denúncias na Assembleia Legislativa.
Marcelo Carvalho também orientou os alunos a procurarem outros órgãos competentes que também poderão apurar as denúncias, como a Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão, Ministério Público Estadual, OAB e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
As mães dos alunos também participaram do encontro. Elas informaram que organizarão um abaixo-assinado para apresentar aos órgãos competentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad