Vereador Alberto Sobrinho requer a criação de Plantão Psicológico para atender pessoas diagnosticadas com a Covid-19 em Bacabal - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Câmara de vereadores de Bacabal discute segurança pública com os chefes das polícias Civil e Militar do município

Assecom Câmara, com redação e fotos de Wanderson Ricardo - Era grande a expectativa dos vereadores de Bacabal pela audiência com os chefes ...

Portal da Poesia


Portal da Poesia ...

Porque tudo morre?
Porque existe a morte.
Porque existe a morte?
A morte não existe,
A morte é o fim.
A morte é o mais pleno,
Absurdo e absoluto
Poder da ausência.

Abel Carvalho

Vereador Alberto Sobrinho requer a criação de Plantão Psicológico para atender pessoas diagnosticadas com a Covid-19 em Bacabal

Share This
Com fotos de Cléber Lima - Plantão psicológico permanente, enquanto durar a pandemia, para pessoas diagnosticadas com a Covid-19, familiares dos diagnosticados e suspeitos que estão em isolamento social, e profissionais da saúde, e, outras secretarias que estejam atuando no combate ao Coronavírus no município de Bacabal. Esse foi o tema de requerimento do vereador Alberto Sobrinho (PSC), aprovado em sessão extraordinária pela câmara.
Veloso arguiu, para justificar o projeto, que a proposição atende a solicitação da população de Bacabal, diante de todos os problemas e transtornos que a pandemia do covid-19 vem causando e que nesse período o estudo da Psicologia se mostra cada vez mais importante em contextos clínicos, de assistência social e de políticas públicas que são funções que o psicólogo desenvolve e são essenciais em tempos de COVID-19.
Sendo assim, explicou, são várias as formas de atuação desse profissional, que não se limita somente ao atendimento físico, mas, também digital, através da prestação de serviços psicológicos realizados via tecnologia da informação e comunicação.
Essa Central de Psicologia, continuou, com os profissionais adequados e com apenas um telefone celular, pode fazer as seguintes orientações sobre aspectos de higiene que visem minimizar os riscos de contaminação do vírus, conscientização das eventuais mudanças de hábitos e possíveis implicações emocionais que podem ser acarretadas por conta disso, abordagem, quando necessário, das implicações emocionais da quarentena e de aspectos psicológicos do isolamento, e exercício da profissão - segundo os princípios do Código de Ética Profissional do Psicólogo - com informações precisas e que evitem o pânico.
Conclui levantando que as atuações acima desenvolvidas por psicólogos são de extrema importância, principalmente em tempos de pandemia, e constituem uma série de boas práticas que precisam ser seguidas para a superação da sociedade em momentos de crise.

Um comentário:

  1. Sempre que encontramos uma pessoa do lado do povo, que se preucupa com e esta sempre presente em todo os momentos,temos que apoiar temos que nos orgulhar por nosso veriador alberto sobrinho.

    ResponderExcluir

Post Bottom Ad