Fechamento de agência do Banco do Brasil em Bacabal mobiliza câmara de vereadores. - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Povoado Bom Princípio ganha ambulância e UBS revitalizada

  Assecom Bacabal, com redação e fotoels de Wanderson Ricardo - A Prefeitura de Bacabal por meio da secretaria Municipal de Saúde, dando co...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Opus 60: Ode a canção do fim.

Não sei quantos favores te devo,
Me embeveço ao ver o quanto me fiz infeliz.
Mas, ainda haveremos de nos encontrar,
Ainda há tempo, minha vida ainda será tocada em cifras,
Canções que, bem sei, nunca quis.

Ainda advirão em anos muitas estrofes,
Não tantas quantas até hoje construir.

Ouço as vozes do vento, que me plange, sussurrando,
O tempo fustigando, o frio fim chegando,
A noite gélida acoitando o tempo que me resta,
A madrugada encardida e vermelha a espera
Do brilho de um sol que nunca vem, nem mesmo virá um dia.

Vejo, como um zumbi, o crepitar da tumba de um passado
Cada vez mais distante, já não sinto as mesmas coisas como antes,
Já não espero para mim ressurreição,
Apenas o golpe forte da morte, da falta de sorte,
Por vê o limiar de um amor final que jamais poderei entrar,
Alcançar, viver ou mesmo sonhar, mesmo estando tão perto,
E ao alcance das minhas próprias mãos.

Não tenho, no tempo que me resta, nem a centelha
E nem o fogo necessários, as responsabilidades se impõem
As vãs necessidades, as dores se impõem aos amores,
Os valores me consomem noites sem fim.

Sou, bem sei, apenas o espectro do que já fui um dia,
Um náufrago percorrendo a noite carcomida do passado,
De um mar de acoites e tormentas,
Breve alusão à data 60,
Opus,
Ode,
Canção do início do fim.

Abel Carvalho

Fechamento de agência do Banco do Brasil em Bacabal mobiliza câmara de vereadores.

Share This

Para discutir a desativação o Presidente Manuel da Concórdia agendou audiência com a superintendência regional do Banco no Maranhão, quinta-feira, 04.
Ascom câmara, com fotos de Cléber Lima - "A câmara municipal de Bacabal não ficará com os braços cruzados e fará tudo que estiver ao seu alcance para impedir que a Diretoria Executiva do Banco do Brasil, concretize a ação de fechamento da nossa agência localizada na Rua Teixeira Mendes. Se necessário agendaremos audiência com o próprio presidente do banco. Na próxima quinta-feira, dia 04, já temos agendada audiência com a Superintendência Regional do banco no Maranhão, para começar a discutir esse assunto", revelou Manuel da Concórdia ao ser interrogado sobre o tema.
A audiência acontece em são Luís, às 11 horas, na sede da superintendência, e cerca de 11 parlamentares bacabalenses, entre reeleitos e novos eleitos, já confirmaram participação na comitiva. O presidente do Poder Legislativo bacabalense quer dar demonstração de união e força, como forma de pressão contra o fechamento.
E essa não é a primeira ação da direção da Mesa Diretora da câmara de vereadores de Bacabal no sentido de tentar reverter que a agência que está sob ameaça de fechamento, tenha a suas atividades encerradas.
Na última sexta-feira, 29 de janeiro, o presidente Manuel da Concórdia promoveu visita a agência do Banco do Brasil da Rua Teixeira de Freitas. Foi recebido pela gerência e por uma comissão de funcionários que está mobilizada e trabalhando do sentido de impedir que a determinação da diretoria executiva se concretize.
Ouviu da comissão todas as informações sobre os malefícios que provocaria o fechamento da da agência e sobre o trabalhado que a mesma presta a comunidade bacabalense e as comunidades dos municípios vizinhos.
Na sequência Manuel da Concórdia voltou a Casa, se reuniu com um grupo de colegas. Com eles trabalhou o agendamento da audiência com a Superintendência Regional para o dia 04. Também fez contatos com os demais colegas mobilizando-os para a viagem.
Manuel da Concórdia, também, autorizou sua assessoria a enviar oficios aos integrantes da bancada do Maranhão, liderada pelo deputado Juscelino Rezende (DEM), com extensão especial para os deputados João Marcelo (MDB) e Júnior Lourenço (PR), e aos deputados Estadual Roberto Costa (MDB) e Carlinhos Florêncio (PC do B), convocando-os a participarem do esforço contra o fechamento da agência do BB e Bacabal.
Nos ofícios Concórdia mostra dados levantados pela comissão de funcionários que trabalha contra o fechamento da agência, provando que, desde o início do seu funcionamento vem desempenhando o seu papel com agente econômico de forma satisfatória, performando lucros ao conglomerado do Banco do Brasil em todas as modalidades de avaliação estabelecidas por sua coordenação, não se tratando de agência deficitária.
Mostram ainda que mais de 7 mil correntistas serão afetados, direta e indiretamente, sem contar que, no item, toda uma população bancária da região, que se utiliza do suporte funcional pela agência proporcionado, será afetado por seu fechamento precoce.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad