Lourival Souza: Alinhamento e balanceamento dos pneus: quais são os benefícios - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Covid-19: 370 mortes em Bacabal.

Portal da Poesia


Portal da Poesia Não sei

Quantas vezes terei que sonhar
Por quanto tempo ainda seguirei
Quantos anos a vida ainda me reserva
Não sei

Não sou tempo
Não sou centro
Sou apenas momento
Início
Meio
Fim

Se ontem sorrir contigo
Hoje te fiz sorrir
Mas antes te fiz infeliz

Vejo teus braços que me abraçam
Sinto teus beijos que me beijam
Sonho teu sonho que não quis

E vivo teu vício a cada noite
Com o açoite do sono que não vem

Brenham horas
Sonhos
Dias
Foge a paz que tu querias
Morre o tédio
Sob a guia
Sossega a ira na fotografia
Meio dia que eu queria
Mas que tu nunca quis

Não sei

Abel Carvalho

Lourival Souza: Alinhamento e balanceamento dos pneus: quais são os benefícios

Share This

Lourival Souza, engenheiro - Fazer alinhamento e balanceamento dos pneus é fundamental para garantir o bom funcionamento do veículo.
Para isso, é preciso reconhecer para que servem e quais são os benefícios de fazer alinhamento e balanceamento dos pneus. Com intuito de te ajudar, trouxemos um texto explicativo sobre o assunto.

O que é alinhamento?
Ao procurar no dicionário, notamos que alinhar é o mesmo que equiparar, nivelar. E quando se trata de pneus e demais peças isso não é diferente. Fazer o alinhamento é ajustar todo o sistema de rodagem para dispor do equilíbrio ideal. Ou seja, buscar a estabilidade, a segurança, a fim de evitar acidentes e tornar a direção pesada, cansativa.
Para executar este processo, os profissionais realizam medições e ajustes necessários no ângulo das rodas. Utilizando como referência o piso abaixo e as linhas de centro do carro. A partir disso, o procedimento viabiliza o controle entre: a força centrífuga, gravidade e força de viragem.

O que é balanceamento?
Realizar o balanceamento é igualmente essencial, visto que o método distribui uniformemente o peso do carro no aro do pneu.
Já reparou que às vezes o carro começa a trepidar? O volante apresenta um leve tremor, assim como os assentos, o painel. Uma das principais causas para isso é a falta de balanceamento. É quando o peso do veículo está em maior incidência em duas ou uma roda, resultando no desequilíbrio do carro.
O balanceamento é o serviço que resolve essa irregularidade, diminui tais trepidações e proporciona mais “maciez” ao dirigir. Sem falar na questão de direção segura, não é mesmo?
Além disso, existem outros benefícios para quem faz o alinhamento e balanceamento dos pneus. Veja quais são!

Economiza combustível
Quando a movimentação do carro se mostra desequilibrada, sem o alinhamento ou o balanceamento adequados, o veículo precisa “forçar mais” o seu motor. Exigindo mais potência, mais esforços, e por conseguinte mais combustível.
Por outro lado, se a manutenção está em dia e não há inclinações ou deformidades, oportuniza melhor aplicação do combustível.
Menos esforços = menos combustível!

Mais conforto ao dirigir
A direção se torna mais leve, oferecendo mais conforto ao dirigir. A diferença é tamanha que o automóvel parece novinho em folha, como nas primeiras voltas.
Uma vantagem importante para motoristas que não abrem mão de extrair o melhor aproveitamento do veículo em ruas e estradas.

Aumento da longevidade dos pneus
Antes dos dois procedimentos, os pneus desgastam mais rapidamente. Especialmente aqueles que suportam a maior carga do lado do carro que está desalinhado e desajustado.
Além disso, vale a pena conferir a calibragem das rodas frequentemente e o rodízio do jogo de pneus.

Reduz os custos com as trocas constantes
O jogo de suspensão, por exemplo, é um dos afetados quando não há ajustes de alinhamento e balanceamento. Com isso, seus principais componentes podem sofrer avarias e ampliar o prejuízo no orçamento. Fonte: portaldotransito.com.br

MAIS DE 280 MIL VÍTIMAS E HERDEIROS RECEBERAM O SEGURO DPVAT EM 2020
De acordo com os dados do Seguro DPVAT, somente as ocorrências envolvendo motocicletas representaram 79% do total de pagamentos. Fonte: portaldotransito.com.br

CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO - CTB (Lei nº 9.503/97)
Art. 33. Nas interseções e suas proximidades, o condutor não poderá efetuar ultrapassagem.

FAÇA A SUA PARTE PELO TRÂNSITO SEGURO: SEJA OBEDIENTE ÀS LEIS DO TRÂNSITO.
Leia semanalmente a coluna SOS Vida na edição impressa de sábado do Jornal O Imparcial
Facebook e Instagram: Campanha
SOS VIDA Twitter: @valorizacaovida
Fones: (98)98114-3707(VIVO-Whatsapp)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad