Rogério Alves: A dança das cadeiras e a política do dia a dia... - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Manuel da Concórdia comemora admissão da jovem surda Rayane Raquel no quadro de servidores da prefeitura de Bacabal

Com redação de Wanderson Ricardo e fotos de Cléber Lima - O vereador presidente da câmara de Bacabal, Manuel da Concórdia (PDT), publicou e...

Rogério Alves: A dança das cadeiras e a política do dia a dia...

Share This
Rogério Alves, advogado - As últimas notícias do cenário político do país mostram que haverá com mudanças nos ministérios de Jair Bolsonaro.
O centrão vai tomar o comando da Casa Civil entregando o poder ao senador Ciro Nogueira, líder do centrão, que vai substituir o General Ramos.
O exército ficou enfraquecido com as denúncias de corrupção da CPI e como é de costume no governo Bolsonaro, quem ficou podre fica fora. Mas o general não deve se preocupar, porque Pazzuello voltou em um cargo qualquer é Ramos também deve ser agraciado com um “carguinho”. Para acomodar todo mundo, Jair deve recriar o Ministério do Trabalho e entregar a Onyx Lorenzoni que já cumpriu seu castigo.

Não entendeu a dança das cadeiras?
É assim, Onyx deixou a Casa Civil em 2020 e foi para o Ministério da Cidadania (para o lugar de Osmar Terra, que foi para o gabinete paralelo da saúde), mas o centrão pediu a vaga da Cidadania e Onix foi para um carguinho na secretaria de governo, que agora foi entregue ao general Ramos, porque o centrão pediu a vaga da Casa Civil.
Eu sei. A explicação ficou pior, mas não vou tentar explicar de novo. O governo Bolsonaro é confuso mesmo. Só tem uma coisa fácil de entender, se o centrão pedir, o centrão recebe.

Você tem um ano, após completar 18 anos, para trocar de nome, sem maiores problemas.
Por algum motivo você nunca gostou do seu nome?
Bom, já conheci muitas pessoas ao longo da minha vida que odiavam seu próprio nome. Seja por ter uma letra a mais do que deveria, algum y no lugar do i ou algum W onde não precisava.
O que poucas pessoas sabem é que após você completar 18 anos, ou seja, atingir a maioridade, você tem um ano para requisitar a troca de nome.
Como tudo na nossa legislação, há algumas restrições para gozar deste direito. A mudança de nome não pode prejudicar seu sobrenome ou lesar terceiros.
O que é interessante nesta hipótese, prevista pelo Art. 56 da Lei de Registros Públicos, é que a mudança de nome é um ato de mera liberalidade. Isso significa que você não precisa de uma motivação, como nas demais hipóteses de mudança de nome.
Se enquadra nessa hipótese e gostaria de mudar seu nome? O procedimento é simples! Entre em contato com um advogado de sua confiança para solicitar orientações.
Mas, fique atento!
Você tem só um ano após completar seus 18 anos para exercer este direito.

A REAÇÃO DE BOLSONARO
Depois de derreter nas pesquisas eleitorais por causa de sua postura negacionista sobre vacinas, uso de máscaras e distanciamento social, Bolsonaro volta ao seu habitat natural, que é a política do toma lá dá cá.
Sem partido político para se candidatar a presidente em 2022 (não conseguiu construir um partido seu, o Aliança, nem conseguiu tomar o Avante, o Patriotas e outros nanicos que tentou) resolveu ceder de vez ao PP entregando a Casa Civil a Ciro Nogueira (senador piauense e líder do centrão).
Em troca Ciro deve lhe entregar a vaga do partido para concorrer à presidência da república, tendo como vice o genro de Silvio Santos, mas isso já é outra história. 
Leia outros artigos do advogado Rogério Alves Clicando AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad