Bacabal sediará Agritec Território Vale do Mearim - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Rogério Alves: Especialista em WhatSapp

Rogério Alves, advogado -  Em tempos de Google para tudo e WhatsApp como meio de informação (o fuxico virou notícia) todo mundo virou es...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Sem fim

Antes o amor me brindava em cores
Uma
Duas
Três noites de amores
Tom e dom de dissabores
Glória e rito sem valores
Noites
Dias
Um tempo sem fim

Havia
Então
O dia em que vivia
O tempo
A regra
Uma agonia
Valores
Cores do sem fim

Antes
Ontem
Nem te via
Hoje guias
Meu rumo e meu destino
Reclino
Declino e me afasto
Faço lastro
Na riqueza do sem fim

Enfim
no fim te vejo
Te beijo
Te amo
E te desejo
Revejo
Planejo viver contigo
apenas
Um longo dia sem fim.

Abel Carvalho

Bacabal sediará Agritec Território Vale do Mearim

Share This
Durante o evento, agricultores familiares do Vale do Mearim, poderão participar de capacitações, vender produtos e ter acesso a tecnologia para negócios rurais



A preparação da 1ª Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia (Agritec), Território Vale do Mearim, já começou. Na última segunda-feira (24), na sede da Unidade Regional do Sebrae em de Bacabal, ocorreu a reunião preparatória para traçar planos e definir metas para a realização da Feira.
A Agritec Território Vale do Mearim é a quarta edição do Ciclo 2015 de Feiras de Agricultura Familiar e Agrotecnologia (Agritec), que será realizada de 10 a 12 de dezembro, no Centro Franciscano de Animação Missionária (Cefram), em Bacabal. O evento servirá para que o agricultor familiar de toda região tenha a oportunidade de conhecer e ter acesso às novas tecnologias que movimentam hoje o mundo do agronegócio, além de poder comercializar os seus produtos para visitantes de todo o estado.

Este ano já foram realizadas as edições do território Campos e Lago, em São Bento, em agosto; do território Cerrado Amazônico, em Açailândia, em outubro, e do território Cocais, em Caxias, em novembro. Juntas estas três edições reuniram cerca de 17 mil pessoas e capacitaram mais três mil agricultores familiares. Além disso, nas três edições já realizadas foram fechados contratos que juntos somam mais de R$ 1,6 milhão.
Para o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, o volume de contratos de financiamento rural firmados nas Agritecs mostram a pujança do segmento rural que concentra o público prioritário da iniciativa.
“Os agricultores familiares geram R$ 3 bilhões em riqueza anualmente para o Maranhão. É um segmento importante para o estado por criar as condições para que centenas de milhares de maranhenses tenham condições de sobreviver. Agora as Agritecs, além de dar acesso ao crédito, têm como objetivo principal sensibilizar os pequenos agricultores para importância de agregar tecnologia e inovação como forma de aumentar a produtividade e dar mais competitividade ao agricultor familiar”, comentou Martins.
Para o chefe da Embrapa Cocais, Valdemício Ferreira, o Sebrae tem um papel fundamental no processo de apropriação das tecnologias apresentadas nas Agritecs pelos agricultores familiares.
“O papel do Sebrae é no segundo momento, porque a instituição tem ferramentas para o agricultor familiar transformar este conhecimento em renda e riqueza e fazer com eles passem a ter visão empreendedoras.
O Sebrae é um dos correalizadores do Ciclo de Feiras Agritec e mobilizou uma equipe com mais de 70 técnicos e consultores, além de ter realizado 87 oficinas e palestras, além de participar com o parceiro em várias mesas redondas, debates e painéis.
Hoje o Sebrae no Maranhão mantém uma carteira específica para lidar com o agronegócio em micro e pequenas empresas, que mantém 17 projetos em todo o estado, que recebem cerca de 8% dos recursos do orçamento da instituição e onde são atendidos 1.230 produtores rurais, em mais de 50 municípios maranhenses. As áreas de concentração dos projetos são gado leiteiro, cadeia produtiva do mel, hortifruticultura, ovinocaprinocultura e piscicultura.

Reunião
A reunião contou com a presença do secretário adjunto da Secretaria Estadual da Agricultura Familiar, Francisco Sales, da superintendente da mesma secretaria, Marilene Bandeira, da gerente da Unidade Regional do Sebrae de Bacabal, Graça Fernandes e de representantes do poder público municipal, dos órgãos estaduais ligados a agricultura, sindicatos e associações.
A Feira é uma realização do Governo do Estado do Maranhão, por meio da Secretaria Estadual da Agricultura Familiar (SAF), e correalizada pelo Sebrae e pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), e ainda conta com a parceria de órgãos estaduais, como Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma) e Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp), e tem o apoio de diversas entidades, sindicatos, associações e bancos.
O governo do estado classifica a Agritec como um sistema de ações que está sendo implantado visando desenvolver o setor rural em todo o estado. O secretário adjunto da Secretaria de Agricultura Familiar do Estado do Maranhão, Francisco Sales, disse acreditar que a edição da feira realizada em Bacabal, será a maior devido à tradição da região do Médio Mearim no desenvolvimento de negócios rurais.
“Acredito que pela potencialidade que o Médio Mearim possui, como uma região com história de muita produção, ter a oportunidade de sediar um evento como a Agritec não irá perder a chance de realizar a maior feira tecnológica dos últimos tempos. Iremos fechar o ano com chave de ouro realizando a Feira com maior participação de público e expositores, gerando com certeza maior volume de negócios”, afirmou Sales.
Durante a reunião foi definida a criação de uma comissão que irá visitar os municípios do Vale do Mearim, com o objetivo de mobilizar os participantes da Agritec. A comissão será presidida pelo Sebrae, instituição representada pela gerente regional da Unidade de Bacabal, Graça Fernandes.
“Sabemos que realizar um evento como este é uma grande responsabilidade, por isso toda a equipe do Sebrae estará focada em fazer da Agrite Vale do Mearim, a maior feira realizada no Maranhão esse ano”, ressaltou Fernandes.

Feira
Vinte oito municípios já foram convidados e cada um deles terá disponível até dois estandes, um institucional e outro para produtores locais comercializarem seus produtos. Cursos, palestras, mesas redondas e oficinas serão realizadas nas áreas de piscicultura, horticultura, fruticultura, mandiocultura, gestão e comercialização de produtos e oportunidades de negócios para a agricultura familiar.
Um grupo com 40 voluntários está sendo mobilizado para ajudar na organização e andamento da Agritec. As associações, sindicatos e cooperativas que desejarem expor seus produtos na Feira também terão espaço garantido. Os interessados deverão procurar o Sebrae para obter maiores informações.

Da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad