sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Campus Bacabal oferece 120 vagas em cursos técnicos

As inscrições para o Processo Seletivo do IFMA vão de 10 a 30 de setembro de 2015



O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Bacabal oferece 120 vagas no processo seletivo para ingresso nos cursos da Educação Profissional Técnica de Nível Médio, em 2016. As inscrições vão de 10 a 30 de setembro de 2015. A prova será realizada no dia 29 de novembro de 2015.
As vagas no campus são em dois cursos técnicos na forma integrada (Técnico em Meio Ambiente e Técnico em Informática) e um curso na forma subsequente (Técnico em Informática). Na forma integrada, o aluno cursa ao mesmo tempo o ensino médio e a habilitação técnica no IFMA. Já a forma subsequente é destinada às pessoas que estejam concluindo o ensino médio em 2015 ou já o tenham concluído e pretendem obter uma formação profissional.
Isenção – A taxa de inscrição custa R$ 20,00. Os candidatos que pretendem concorrer às vagas com isenção do pagamento da taxa de inscrição deverão preencher o formulário eletrônico, disponível no endereço www.ifma.edu.br/seletivo-unificado, no período de 17 a 28 de agosto de 2015. O procedimento também poderá ser realizado presencialmente, no Campus Bacabal, situado na Avenida Governador João Alberto, s/nº – Areal.
Em todo o Maranhão, o IFMA oferece 4.360 vagas em cursos técnicos de nível médio no Processo Seletivo 2016. São 31 cursos distribuídos em 16 cidades – Alcântara, Açailândia, Bacabal, Barra do Corda, Buriticupu, Barreirinhas, Codó, Caxias, Imperatriz, Pinheiro, Santa Inês, São Luís, São João dos Patos, São Raimundo das Mangabeiras, Timon e Zé Doca. Em São Luís, há vagas em três unidades – Centro Histórico, Maracanã e Monte Castelo.
O Edital do Processo Seletivo IFMA 2016 está disponível no endereço www.ifma.edu.br/seletivo-unificado.

Assessoria de Comunicação

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Governo Flávio Dino quer oposições unidas em Bacabal nas eleições do ano que vem


Agora é oficial. O governo Flávio Dino trabalha no sentido de unir as chamadas oposições de Bacabal visando uma candidatura única para as eleições do ano que vem. Em  nome do governo o secretário de Estado da articulação política, jornalista Márcio Jerry, presidente do PC do B, convocou a sede do partido os diversos líderes da oposição bacabalense, entre pré-candidatos e representantes de partidos políticos, para passar para todos o pensamento do governador.
Foram convocados, e compareceram ao encontro, os pré-candidatos Alberto Brito (PSB), Patrícia Vieira (PROS), César Brito (PPS) e Liduína Tavares (PDT). Também estiveram presentes o deputado estadual Carlinhos Florêncio, controlador do PHS e PSD, cujo filho - o vereador Florêncio Neto (PHS) -, é pré-candidato a prefeito, além da professora Marilena Gaioso (PC do B) e do empresário Ramón Braga (PROS).
O Pré-candidato Alberto Brito elogiou a iniciativa do governador Flávio Dino ressaltando o o interesse que o governador tem demonstrado por Bacabal. Ao secretário Márcio Jerry fez ver que essa sempre foi a sua posição, destacando que os demais pré-candidatos também sempre corroboraram do mesmo pensamento.
O encontro definiu também que todas as pré-candidaturas hoje existentes continuarão postas à mesa e que os seus titulares também continuarão a trabalhar individualmente os seus nomes.
A grande ausência do encontro convocado por Márcio Jerry foi a de um representante do PSDB. O partido tem pré-candidatura própria e está preparando um grande encontro político para os próximos dias em Bacabal.

Por Abel Carvalho

Vereador Serafim Reis quer novo poço artesiano em Pedra do Rumo


A câmara municipal de Bacabal realizou ontem, quarta-feira, 02, uma das mais rápidas sessões ordinárias de toda a sua história. Na sessão relâmpago apenas uma proposição tramitou e nela o vereador Manoel Serafim Reis (PMDB) pediu a perfuração de um novo poço artesiano para a comunidade do povoado Pedra Rumo.
Na forma de Indicação o vereador peemedebista solicitou a Mesa Diretora da Casa que encaminhe expediente com ao prefeito José Alberto Oliveira Veloso, solicitando que o mesmo autorize, de forma imediata, que o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) perfure um novo poço artesiano no povoado.
Serafim Reis justificou a sua proposição informando que a mesma é uma solicitação e reivindicação da comunidade moradora daquela comunidade rural, que hoje vive dias difíceis em razão dos inúmeros problemas que são acarretados pela inoperância do seu sistema de abastecimento de água.
Disse ainda que Pedra do Rumo tem dois poços artesianos antigos que funcionam precariamente, não tendo mais a capacidade de vazão necessária para abastecer a uma população que cresceu em pelo menos 600 novas habitantes, são cerca de aproximadamente 100 novas residências, que representam 100 novas famílias.
Explicou que os dois poços existentes, por serem muito antigos, um deles construído ainda na administração do ex-prefeito Jocimar Alves de Sousa, operam pelo sistema de compressão - o que obriga a realização de paradas técnicas e a contratação de um operador -, há muito anos os compressores foram substituídos por bombas injetoras.
Informou que esses poços também foram perfurados usando lençóis freáticos de baixa vazão, por serem muito rasos, o que demanda uma produção de água abaixo do que exige as leis de regulação e não mais suficiente para abastecer aquela comunidade.
e concluiu dizendo que a população tem cobrado a ação do poder público e de nós vereadores que somos os seus representantes. Caso isso não aconteça, os moradores do povoado continuarão a sofrer sérias consequências, tornando ainda mais difícil as suas vidas.

Da assessoria

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Prefeito de Bacabal, José Alberto Veloso, ainda, não deixou o PMDB

G. Lacerda entre a cruz e espada.
Ao contrário do que vem sendo amplamente divulgado na blogosfera ludovicense o prefeito Bacabal, José Alberto Oliveira Veloso, ainda, não se desfiliou do PMDB, mesmo sendo a sua saída da legenda um fato iminente.
Veloso continua filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro e o articulador do grupo político por ele comandado com o aval e apoio do senador João Alberto Sousa, odontólogo e empresário Gilberto Lacerda, trabalha ferozmente no sentido de tentar impedir a divisão do grupo.
Lacerda, que nunca escondeu ter sido contra a entrada de Veloso no PMDB, nesse momento, por mais paradoxal que possa parecer, agora se coloca contra a sua saída, embora não considere esse fato como um rompimento e, até, venha trabalhando uma linha de legendas nas quais o prefeito de Bacabal possa se abrigar.
O articulador é, sim, contra o quase inevitável rompimento político do grupo, por considerar que esse rompimento também representa um futura derrota nas eleições municipais do ano que vem.
Gilberto Lacerda monta a sua tese de derrota apoiado no fato acontecido nas eleições municipais do ano de 1996, quando o grupo se dividiu nas candidaturas do ex-deputado Jura Filho e do ex-perfeito Juarez Almeida e acabou cedendo o controle político do município para o ex-deputado federal José Vieira Lins, que se elegeu, se reelegeu e fez o seu sucessor, o médico Raimundo Nonato Lisboa, que, também, governou por dois mandatos.
O prazo para mudança de partido se encerra, de acordo com o calendário eleitoral, em 02 de outubro, um ano antes das eleições. Nessa data também se encerra o prazo para transferência de domicílio eleitoral. E é a transferência de domicílio o grande problema político de Bacabal e a trava nas articulações comandadas por Gilberto Lacerda.

Encontros
O deputado estadual Roberto Costa, em pesquisas por ele mesmo encomendadas, aparece como o nome densamente mais forte para vencer o pleito o ano que vem. O prefeito José Alberto Veloso aparece com números baixos e grande rejeição. Costa, embora não confirme, deve transferir seu título e atua como pré-candidato fazendo forte oposição a Veloso, inclusive fazendo uso da emissora de TV da qual é sócio minoritário.
O tenso cenário tem feito com que hora Gilberto Lacerda se reúna com o senador João Alberto, em Bacabal ou São Luís, e hora se reúna com o prefeito José Alberto Veloso e com o deputado Federal Alberto Filho. As discussões são tensas e intensas. Dois são os problemas a serem resolvidos: a candidatura de Roberto Costa e os baixos números de José Alberto.
O astuto senador João Alberto criou a teoria dos 20 pontos. Ele quer que o prefeito José Alberto atinga a faixa dos 20 pontos nas pesquisas encomendadas por Roberto Costa para ter o seu apoio. Costa encomenda pesquisas sem incluir nos cenários o nome do ex-prefeito Raimundo Nonato Lisboa, o que, teoricamente, lhe dar larga vantagem.
O "X" da questão é que o senador quer que o prefeito permaneça no PMDB para, no caso de alcançar a meta dos 20 pontos, ser o candidato único do grupo.

Legendas
Como gato que pega tijolada não passa mais em porta de olaria, segundo o poeta e escritor bacabalense Zé Lopes, José Alberto Oliveira Veloso está procurando uma nova legenda para assegurar o seu sonho de continuar governando Bacabal.
Entre as opções de Veloso estão o PP e o PRTB, em Bacabal comandados por Gilberto Lacerda e, seus familiares ou pessoas muito próximas a ele, estão articulando o controle de outras legendas ou a sua filiação a legendas amigas, a exemplo do PRP, do PROS, do PRB e, até, do PSDB.
Dia 02 de outubro o prazo termina...

Por Abel Carvalho

João Alberto desiste de licença por conta da Lava Jato e despacha Clóvis Fecury

João Alberto preside a Comissão de Ética do Senado
Apesar da pressão exercida pelos Fecury, o senador João Alberto de Sousa (PMDB) já comunicou a interlocutores que não pretende se licenciar do mandato para permitir a ascensão do suplente Clóvis e ajuda-lo a manter o DEM sobre seu controle.
João Alberto tem argumentado que, na condição de presidente da Comissão de Ética do Senado, indicado pelo PMDB, não faz sentido entregar o posto em plena efervescência da Lava Jato.
A decisão do senador acirrou ainda mais a disputa pelo comando do partido no Maranhão, onde o suplente de senador Clóvis Fecury tenta se manter no cargo, mesmo sem a titularidade do mandato.
O cerco ao presidente nacional do DEM, senador Agripino Maya, apertou ainda mais a partir da recusa de João Alberto em não se licenciar da presidência da Comissão de Ética do Senado.
Clóvis Fecury esperava assumir o mandato para evitar assédio à legenda, mas diante da reação de João Alberto vai ter que continuar medindo força. O deputado Juscelino Filho, por exemplo, acompanhado de mais dois parlamentares de outros estados, já estiveram com Agripino tratando do assunto.
É sempre bom lembrar que para partido político o que conta é mandato na Câmara Federal ou Senado.

Por Jorge Vieira
Do Blog do Jorge Vieira

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Florêncio Neto leva o Saúde no Campo aos povoados Capoeira e Mata de Ana


O projeto Saúde no Campo, criado pelo vereador Florêncio Neto, realizou mais uma ação na zona rural de Bacabal. O projeto tem como objetivo levar saúde e qualidade de vida as comunidades carentes da zona rural com a realização de consultas médicas, dentistas, enfermeiros e remédios para as pessoas que necessitam urgente de cuidados com a saúde e, que não conseguem assistência dos órgãos públicos responsáveis.

Neste sábado, os povoados contemplados com o Projeto Saúde no Campo foram Capoeira e Mata de Ana, onde foram atendidas mais de 80 pessoas destas duas localidades. Além das consultas e remédios, também foram distribuídos kits de higiene bucal para as crianças e dadas orientações de como fazer uma escovação da maneira correta para que elas tenham dentes sempre bonitos e saudáveis.
A senhora Larissa Tereza, que é moradora do povoado Mata de Ana, afirma que a atitude do vereador em levar o projeto até a zona rural veio em boa hora e, que é uma forma de amenizar o sofrimento das pessoas que não têm acesso à saúde na rede municipal.
Para o vereador Florêncio Neto o projeto Saúde no Campo é mais uma ação que vem sendo desenvolvida, com um carinho especial, pelo grande alcance social que tem, favorecendo pessoas tão simples humildes.



Da assessoria

PSB avaliza pré-candidatura de Alberto Brito à Prefeitura de Bacabal em 2016

Brito ladeado pelos secretários Simplício Araújo e Marcelo Tavares e, pelo ex-deputado federal José Antônio Almeida.
A pré-candidatura do advogado Alberto Brito à prefeitura de Bacabal, anunciada em primeira mão aqui no blog, foi formalmente avalizada durante o encontro regional do PSB no Maranhão, no último sábado, 29, com a presença do governador Flávio Dino (PCdoB), do presidente do PSB nacional, Carlos Siqueira, e de lideranças do PSB no Maranhão, a exemplo do deputado federal José Reinaldo Carneiro Tavares e do senador Roberto Rocha, e dar nova dinâmica à sucessão municipal em Bacabal.
A formalização da pré-candidatura Alberto Brito a prefeitura de Bacabal o coloca agora em em um novo patamar de trabalho e de articulações, principalmente com a proximidade do fim da data para filiações partidárias e transferência de domicílio eleitoral.
O nome de Brito ganhou força política e mostrou a capacidade que o pré-candidato tem transitar dentro das hostes de sua legenda, trabalhando com destreza a consolidação de um projeto que já havia ganho as ruas e que agora busca a densidade em sua atuação dentro dos movimentos que formam as mais diversas camadas da vasta sociedade bacabalense.













Por Abel Carvalho

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Projeto Saúde e Movimento inicia suas atividades no Bairro da Areia


O Projeto Saúde e Movimento, idealizado pelo vereador Florêncio Neto em parceria com o deputado Carlinhos Florêncio, iniciou suas atividades no Bairro da Areia. Após a realização exames laboratoriais, eletrocardiogramas e consultas com um médico cardiologista, as mais de 80 mulheres dos bairros da Areia, Almiro Paiva e São Lucas, beneficiadas com o Projeto Saúde e Movimento, iniciaram suas atividades físicas.
As aulas acontecerão todas as segundas e quartas-feiras, às 07:00 horas, com o devido acompanhamento de um orientador capacitado e um nutricionista. A aula inaugural aconteceu na última quinta-feira, 27, e contou com a presença do vereador Florêncio Neto que, na oportunidade, fez a entrega dos kits com garrafas, toalhinhas e camisas para todas as participantes. O vereador faz questão de acompanhar de perto todas as etapas do projeto, participando ativamente de sua execução.
A dona de casa Cecília da Conceição, que participa do projeto na Vila São João, esteve presente no evento testemunhando a importância que tem sido para ela o projeto Saúde e Movimento.
“Participo do projeto desde sua implantação na Vila São João e sei o quanto tem sido importante para nossa saúde as atividades físicas e o acompanhamento que temos. Esse projeto é um grande milagre em nossa vida”, afirmou dona Cecilia.
O vereador Florêncio Neto falou da importância do projeto para a vida de todas as participantes e reafirmou seu compromisso de continuar lutando pela melhoria da saúde de Bacabal, cobrando do poder público o cumprimento do seu papel.
“Estamos fazendo a nossa parte, dando nossa contribuição. Porém sempre estaremos, como representante do povo, cobrando as melhorias que a população tanto precisa”, disse o vereador. Florêncio Neto disse ainda que seu grande sonho é ver o projeto chegando em todos os bairros da cidade e que continuará lutando pela sua expansão.

Da assessoria

domingo, 30 de agosto de 2015

Dodó Alves: Século XI e o grande problema. O Refugiado!

Diversos naufrágios no Mediterrâneo, ao largo da costa da Líbia, têm feito milhares de mortos. As embarcações geralmente sai da cidade líbia de Zuwara com mais de 400 pessoas a bordo estes refugiados com medo da perseguição de grupos étnicos, lotam embarcações provocando vários acidentes.
A entrada de barcos cheios de imigrantes pobres e desesperados à Europa pelo mar Mediterrâneo está exercendo uma enorme pressão sobre a União Europeia, que busca soluções para o fluxo crescente de pessoas. A Itália é o país mais exposto. Foram inúmeros os chamados para que a UE levasse a cabo uma ação coordenada para interceptar contrabandistas e lidar com os muitos refugiado que tentam buscar de amparo antes de chegar à terra.
O responsável por dirimir as questões sobre o refugiado é o direito internacional privado, que nas palavras de Ferrer Correa aduz da seguinte forma: “O Direito Internacional Privado é o ramo da ciência jurídica onde se definem os princípios, se formulam os critérios, se estabelecem as normas a que deve obedecer a pesquisa de soluções adequadas para os problemas emergentes das relações privadas de caráter internacional. São essas relações (ou situações) aquelas que entram em contato, através dos seus elementos, com diferentes sistemas de direito. Não pertencem a um só domínio ou espaço legislativo: são relações “plurilocalizadas”.
Segundo a Convenção Internacional sobre Refugiados de 1951 “um refugiado ou uma refugiada é toda pessoa que por causa de fundados temores de perseguição devido à sua raça, religião, nacionalidade, associação a determinado grupo social ou opinião política, encontra-se fora de seu país de origem e que, por causa dos ditos temores, não pode ou não quer regressar ao mesmo.”.
A concessão de refúgio é um ato declaratório por parte do Estado, com efeitos ex tunc. Uma vez concedido o status de refugiado ao solicitante, ele recebe proteção e amparo material do Estado que o recebe, até que seja possível e seguro retornar a sua terra natal.
É importante ressaltar, que o refugiado não está sujeito à extradição e nem à reciprocidade. Respeita-se, também, o Princípio do non-refoulement (não- -devolução), ou seja, o refugiado não pode ser devolvido ao país de origem antes que cesse toda ameaça que pesava sobre ele e que seja totalmente seguro e conveniente propiciar o seu retorno.
Segundo a caracterização feita por André de Carvalho Ramos, o refúgio baseia-se em tratados universais de direitos humanos, que concedem ao solicitante de refúgio um direito subjetivo de ingressar no território do Estado (sendo o único estrangeiro que possui tal direito) até o momento da decisão final proferida pelo Ministro da Justiça.
O Principal organismo internacional responsável pela proteção aos refugiados é o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) criado pela Assembleia Geral da ONU em 14 de dezembro de 1950 para proteger e assistir as vítimas de perseguição, da violência e da intolerância. Desde então, já ajudou mais de 50 milhões de pessoas e ganhou por duas vezes o Prêmio Nobel da Paz (1954 e 1981).
O Brasil vem se convertendo em um país receptor de refugiados nas últimas décadas, vindos em geral da África, América Latina e Oriente Médio. No país, a solicitação de Refúgio é feita perante a Polícia Federal e autoridade migratória. Comparecer à Caritas para identificação. Entrevista por membros do CONARE (Comitê Nacional para Refugiados)1, informado o processo e submetido à apreciação deste último, para conceder ou não o pedido. O parecer emitido pelo CONARE não é definitivo, na concessão do refúgio, uma vez que a decisão final é do Ministro da Justiça.
Importante ressaltar ao leitor que faça a distinção entre refugiado e asilo. O refugiado tem a perseguição devido à sua raça, religião, nacionalidade, associação a determinado grupo social ou opinião política, enquanto, segundo a definição dada por Francisco Resek “Asilo político é o acolhimento, pelo Estado, de estrangeiro perseguido alhures — geralmente, mas de dissidência política, de delitos de opinião, ou por crimes que, relacionados com a segurança do Estado, não configuram quebra do direito penal comum”.
Que Deus nos abençoe!

Claudson Alves Oliveira
(Dodó Alves)
*Claudson Alves oliveira - aluno do 10º período do Curso de Direito, American College of Brazilian Studies, 37 N Orange Avenue, Suite 500, Downtown Orlando, Florida, 32801.

Lourival Sousa: Trânsito que entristece famílias



Predadores montados em suas máquinas atacam suas presas em situações mais dramáticas, não dando chance para fuga. E o sofrimento das famílias velando e sepultando ou cuidando dos cadeirantes, dos incapacitados definitivamente para o trabalho. Enquanto ocorre a eternização da dor, o governo parece transitar na contramão dessas vidas.


O país continua perdendo jovens saudáveis, produtivos e o IBGE informa que o crescimento da população brasileira foi de 5%. Mão de obra nobre sendo perdida com mortes e incapacidades definitivas para o trabalho.
Até setembro de 2014 o DPVAT pagou 430,3 mil indenizações por invalidez permanente, aumento de 160% em relação a 2010.
Por dia, 1.576 pessoas são mutiladas nesse país, 66 por hora.
O total de indenizações pagas chegou a 559.123 com aumento de 118 %.
Essa é a principal doença epidêmica para a qual não se encontra uma vacina. Famílias no desamparo, inconformadas, sem estrutura para se reerguer, pedem justiça.
Os Ministérios das Cidades, dos Transportes, da Saúde, da Justiça e outros parecem alheios à propagação da maldita doença do trânsito.
Conter tudo isso em curto prazo é intensificar a fiscalização acompanhada de multas e punições severas. Medidas essas de fácil aplicação e de retorno imediato.
A formação do condutor não é compatível para quem vai conduzir uma máquina extremamente perigosa, onde ao lado e em sentido contrário transitam outras, como se não bastasse entre essas máquinas transita o ser humano. Hoje, julga-se necessário apenas 20 ou 25 horas como se a máquina sobre rodas fosse o brinquedo maior do adulto. Na formação do condutor na Austrália são gastas 120 horas. Será que dirigir a 30 ou 40 km por hora, subir um aclive e não deixar o veículo recuar e fazer uma baliza é o suficiente para o “Estado” conceder a Carteira Nacional de Habilitação?
É ensinado apenas fazer o carro e a moto andar. E as situações de risco, a prática da direção defensiva e evasiva, chuva, neblina, dia, noite, rodovias, ultrapassagens de veículos longos, frenagem com desvio de obstáculos e vai por aí. Ampliar conhecimentos colocando-os em pratica é a necessidade maior.
Quando nos voltamos para a motocicleta à coisa se resume a andar em primeira marcha e manter o equilíbrio, tudo num circuito fechado.
Qual será a qualidade desses operadores de máquinas perigosas?
Estamos longe para conseguirmos sair desse nefasto terceiro lugar no rank mundial de mortes no trânsito.
Enquanto isso, famílias desoladas, em sofrimento eterno, conduzindo seus parentes com sequelas graves para hospitais, cirurgias, fisioterapia. Outras velando e sepultando seus entes queridos.
O sofrimento se eterniza, o orçamento da família desaba, necessidades serão passadas, apoio nenhum será ofertado.
Longe disso, o agente causador de todo esse sofrimento, paga uma fiança e se condenado, paga algumas cestas básicas ou presta algum serviço à comunidade.
Fonte: artigo do Dr. Dirceu Rodrigues Alves Júnior
Diretor de Comunicação e do Departamento de Medicina de Tráfego Ocupacional da ABRAMET ( www.abramet.com.br)

CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO(LEI Nº 9.503/97)
Art. 45. Mesmo que a indicação luminosa do semáforo lhe seja favorável, nenhum condutor pode entrar em uma interseção se houver possibilidade de ser obrigado a imobilizar o veículo na área do cruzamento, obstruindo ou impedindo a passagem do trânsito transversal.

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO

As discussões pela Coordenação da Campanha SOS VIDA e os técnicos da SUTES-Superintendência de Temas Sócio Educacionais da Secretaria de Educação do Estado do Maranhão, para elaboração da CARTILHA que será utilizada pelos professores e alunos na implementação do tema EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO nas escolas estaduais, estão bem avançadas.
A última reunião realizada dia 26.08.2015, na sala da SUTES, em São Luis, teve a participação das técnicas da Superintendência de Currículos.
Pelo calendário estabelecido nas discussões entre SUTES e SOS VIDA até o final de novembro/15 a cartilha estará pronta.

Por Lourival Sousa
Facebook: Campanha SOS VIDA E-mail: valorizacaoaavida@gmail.com
Fones: (98)98114-3707(TIM)/98891-1931(OI) 99202-1431(VIVO)/98423-0606(CLARO)

Rogério Alves: Melhor ou pior. Cuba de Kerry ou de Jaquito?


A embaixada dos Estados Unidos em Havana foi reaberta na sexta-feira passada (14) com o hasteamento da bandeira americana no prédio pela primeira vez em 54 anos, um marco na reaproximação dos dois países.
Lembrei-me então de meu amigo Jaquito (médico, formado em Cuba e fiel defensor da Revolução Cubana).
A cerimônia começou pouco depois das 11h e foi conduzida por John Kerry, que é o primeiro secretário de Estado americano a visitar Cuba em 70 anos.
A embaixada americana, situada em um prédio no Malecón (Avenida Costeira) na capital cubana, já estava funcionando na prática desde 20 de julho deste ano, quando as relações diplomáticas entre os dois países foram restabelecidas e Cuba também reabriu sua embaixada em Washington. Mais abrir um prédio é apenas simbólico.
Em seu discurso, Kerry disse que não há "nada a temer" na retomada das relações entre os dois países, mas fez um apelo para que o governo cubano cumpra as obrigações internacionais de direitos humanos e falou sobre o embargo comercial entre os dois países.
Ainda há muito o que evoluir nessa reaproximação, mas vem a lembrança das longas conversas com Jaquito: "o que os EUA podem oferecer a Cuba depois de ter sufocado aquele bravo país?" Seria de novo Havana o quintal dos americanos ricos?
No discurso de reabertura, Kerry falou sobre o embargo comercial, citando que ele só pode ser derrubado pelo congresso, "um passo que a gente fortemente apóia", acrescentou.
Disse ainda que o embargo é de mão dupla e que os dois lados têm que "remover restrições". "Por agora o presidente está concentrado em facilitar exportações, importações, telecomunicações, viagens familiares. Mas queremos ir além. Queremos ajudar os cubanos a se conectarem com o mundo e melhorar suas vidas", disse.
Bem, isso será tema de outras longas conversas pela madrugada.

Por Rogério Alves
*Rogério Alves é advogado militante no Estado do Maranhão, formado em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Especializado em Administração Pública pela Universidade Estácio de Sá do Rio de Janeiro. Presidente da OAB/MA - subsecção de Bacabal (2004-2009). Conselheiro Estadual da OAB/MA (2010-2012).

Francisco Lima Júnior: Esqueçam o Gabeira. Cunha não é Severino.

Eduardo Cunha
Dia desses alguém me disse que só faltava o Fernando Gabeira aparecer para anunciar ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que ele perderia o comando da Casa. Nada disso. Os tempos são outros e Eduardo, nem de longe é Severino Cavalcanti. Ele sabe e bem conhece o labirinto em que se meteu. Insistiu e nele entrou e dele deve pelo menos ter noções básicas de como sair. Além de todos os detalhes que envolvem o PMDB nessas “jogadas”.
Severino Cavalcanti, ao contrário – e isso eu vi bem de perto -, não tinha a menor ideia do que se passava à sua volta: agiotagem, chantagem, um empresário falido tentando salvar-se de pouca coisa por um valor ínfimo, da à estatura do cargo que ele ocupava (presidente da Câmara), além do notório histórico de traições (profissional, matrimonial, entre outras). Ou seja, estava verdadeiramente “vendido na história.”.
Já Eduardo, sabia exatamente onde mirava, onde deveria pisar e o que desejar. Tinha um foco para si e para os seus liderados. Aliás, outra diferença fundamental entre ambos: Cunha tem o maior patrimônio de um líder: “tropa”. Já Severino, apenas um bom punhado de chalaças e bajuladores na expectativa das “migalhas da Corte” a serem lançadas pelas janelas da Casagrande para senzala. Verdade que algumas bem interessantes, em forma de vaga no TCU, de cargos importantes na Petrobras, e até um ministério com rico orçamento.
Então, por mais que alguns desejem ouvir a voz rouca de Fernando Gabeira anunciando no Plenário da Casa “O senhor enche esta Casa de vergonha. Nós vamos lhe tirar daqui de cima( como disse a Severino, não entendeu a mensagem no tempo e no espaço adequados.
Além disso, como se diz no popular “o pau que dá em Chico, dá em Francisco também” Eduardo já percebeu que não é apenas o lombo dele a levar bordoadas das artimanhas do Planalto. Como quem bate em Chico, faz o mesmo com Francisco, Eduardo Cunha tem a convicção de que ele levara ao chão boa parte da cúpula do PMDB também será atingida caso ele continue apanhando de setores da imprensa de parte dos políticos e daqueles que se consideram alto suficientes no primeiro escalão do palácio do Planalto. Anotem: Ele pode até balançar a ponto de ameaçar cair, mas jamais cairá sozinho aqui repito, isso está mais para ACM versus Jader Barbalho, do que para os que insistem Severino X Gabeira X Eduardo Cunha.

Por Francisco Lima Júnior
*Francisco Lima Jr.(48), Jornalista, Cientista Político pela UnB, Professor de Jornalismo nas Faculdades Icesp/DF, titular do www.blogdoprofessorchico.com.br, blogueiro colaborador na Agência Política Real, Colaborador no Programa Diário Brasil, na TV Gênesis e Presidente da Associação Brasiliense dos Blogueiros de Política (ABBP). fpaulalj@gmail.com

sábado, 29 de agosto de 2015

Depois da Lua Azul, a Superlua de agosto

Crédito: Cássio Barbosa/Arquivo Pessoal
Hoje, Dia 29, começa a temporada de Superluas do ano, mas você sabe o que é uma Superlua?
A órbita da Lua é uma elipse um tanto ovalada, de modo que a menor distância até a Terra (chamada de perigeu) é bem diferente da maior distância (chamada de apogeu). O perigeu da Lua se dá por volta de 362.600 km da Terra e o apogeu, na média, por volta de 405.400 km.
A Superlua acontece, tecnicamente, quando ocorre uma Lua Cheia no período entre 24 horas antes ou depois da Lua atingir o perigeu de sua órbita. Isso acontecerá três vezes nesse ano de 2015, em agosto, setembro e outubro.
A primeira Superlua, que tem o nome oficial de Lua do perigeu-sizígia, acontecerá amanhã, dia 29. A Lua atinge sua fase de cheia 20 horas antes do perigeu, o que a faz uma quase ‘Mini-Super’ Lua.
Toda vez que a Lua fica cheia perto do perigeu, ela parece 14% maior e até 30% mais brilhante. A diferença de tamanho não é tão perceptível, pois quando ela está alta no céu, não há nenhuma estrutura para comparação. Já a diferença de brilho é mais fácil de se notar.
Esse evento é um daqueles que não precisam de instrumento para apreciar, basta ir para um local aberto e olhar para a Lua.
Em outubro, dia 26, ocorre a menos interessante das 3 Superluas por que a Lua Cheia ocorre 23 horas depois do perigeu, mas a de setembro será sensacional! A Lua cheia ocorrerá apenas 1 hora após o perigeu e de quebra haverá um eclipse lunar.
O perigeu acontece às 22:47 do dia 27 de setembro, enquanto o ápice do eclipse ocorrerá às 23:47. Será um grande espetáculo, com a Lua avermelhada pelo eclipse, ela vai parecer maior e mais brilhante que o usual. Sobre esse evento falarei mais adiante, mas por ora, vamos “treinando” com a Superlua de sábado.

SAAE começa a perfuração do novo poço da Cohab I



Obedecendo a cronograma previamente estabelecido o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Bacabal (SAAE) deu início essa semana a perfuração do novo poço que comporá o sistema de abastecimento do Bairro Cohab I.
O início das obras foi acompanhado de pelo pelo diretor da autarquia, Leonardo Sousa Lacerda, que destacou está cobrando da empresa que venceu o processo licitatório celeridade na conclusão dos trabalhos por saber das dificuldades por quais passam os moradores da comunidade.
A obra tem prazo de conclusão para 90 dias. Contudo, Lacerda explica que todas as condições estão sendo dadas a empresa perfuradora para que a mesma possa reduzir essa previsão para o menor tempo possível, beneficiando e premiando, dessa maneira, a uma população que já vendo sendo alvo de todos os esforços das equipes técnicas do SAAE desde que ele assumiu a função de diretor.








Da assessoria

Governo do Maranhão ofertará mais de 9 mil vagas de capacitação por meio do Pronatec

Neto Evangelista
O Governo do Maranhão pactuou com o Governo Federal a oferta de 9.680 vagas para o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), no estado. Todos os 217 municípios maranhenses estão contemplados com a oferta de cursos do Pronatec/Brasil Sem Miséria, que serão executados ainda neste semestre. Os interessados já podem realizar a pré-inscrição às vagas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) nos municípios.
No Maranhão, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) é o órgão responsável pela articulação com os municípios e as entidades de ensino que ofertarão os cursos do Pronatec. Segundo o titular da Sedes, Neto Evangelista, a oferta dos cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego serão feitas em conjunto com uma série de ações que fortalecerão o processo de capacitação dos alunos beneficiados e garantirão o aproveitamento desses profissionais no mercado de trabalho.
“Todos os anos milhares de jovens são capacitados pelo Pronatec e eles precisam ser, de fato, inseridos no mercado de trabalho. Por isso, a Sedes vai buscar parcerias institucionais, públicas e privadas, no sentido de garantir que a capacitação ofertada pelo Governo Federal seja efetivamente uma ação transformadora na vida dos maranhenses. Vamos garantir aprendizado, mas em conjunto com a verdadeira inclusão social, com geração de emprego e de renda”, assegurou Neto Evangelista.
O superintendente de Capacitação para o Mercado de Trabalho e Empreendedorismo da Sedes, Marcos Almeida, lembra que para participar do Pronatec/Brasil Sem Miséria é preciso ter, no mínimo, 16 anos e estar cadastrado ou em processo de inclusão no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do Governo Federal.
“Os cursos oferecidos pelo Pronatec e executados nos estados por meio das unidades ofertantes são uma oportunidade de capacitação e qualificação para a população em situação de baixa renda. Por isso, o critério é o CadÚnico, onde estão inseridas as famílias com renda de até meio salário mínimo, por pessoa”, destacou o superintendente da Sedes.
Para realizar a pré-inscrição, os interessados devem procurar os Cras ou Creas de seus municípios e indicar o curso de seu interesse, desde que esteja disponível para aquela localidade. Após a pré-inscrição, que pode ser feita apenas com o CPF, o cidadão recebe uma carta de encaminhamento como comprovante, com os detalhes do curso, tais como: carga horária, data para apresentação do interessado e endereço da instituição de ensino ofertante, entre outras informações. A confirmação da matrícula é feita diretamente na instituição que ministrará a capacitação.

Pronatec
As capacitações do Pronatec são realizadas em instituições de ensino técnico e tecnológico, como as unidades do Sistema Nacional de Aprendizagem - Senac, Senai, Senar e Senat, e as redes federal e estadual de educação profissional e tecnológica. A oferta dos cursos leva em conta a vocação econômica e os déficits de mão-de-obra da região onde cada treinamento é ofertado.
O Pronatec é uma das ações de inclusão produtiva do Plano Brasil Sem Miséria e tem como principal público os beneficiários dos programas de transferência de renda do Governo Federal. Os cursos de qualificação profissional são oferecidos gratuitamente e quem participa ainda recebe alimentação, transporte e material escolar.
Nesta etapa, mais de 400 cursos serão oferecidos pelo Pronatec/Brasil Sem Miséria no Maranhão, entre eles, os de operador de computador, eletricista de rede de distribuição de energia elétrica, mecânico de refrigeração, vendedor, cuidador de idoso, cuidador infantil, confeiteiro, recepcionista, cerimonialista, camareira, operador de empilhadeira, armador de ferragens, preparador de doces e conservas, salgadeiro, instalador hidráulico residencial, encanador, instalador predial, pintor de obras imobiliárias, horticultor orgânico, cabeleireiro, entre outros.

Fonte: Sedes
Texto: Doriane Menezes

Vereador Rogério Santos pede implantação de Plano Municipal de Saneamento e controle do uso do som em praça da Cohab

Rogério Santos no setor de protocola da promotoria.
O vereador Rogério Santos (PPS) teve proposição aprovada pelo plenário da câmara requerendo ao prefeito José Alberto Oliveira Veloso a imediata implantação do Plano Municipal de Saneamento Básico de Bacabal (PMSB). A proposta foi aprovada de forma unânime.
Rogério Santos justifica o seu projeto argumentando que "Após um longo período de baixos investimentos em esgotamento sanitário, o Brasil acumulou um déficit histórico na mais básica das infraestruturas. Hoje, mais de 36 milhões de pessoas ainda não têm acesso à água potável, menos da metade dos brasileiros possuem acesso à coleta de esgotos e somente 38% dos esgotos do país são tratados. Isso gerou, em 2011, cerca de 400 mil internações por diarreia por todo o país (estudo lançado pelo Instituto Trata Brasil em 2013), sendo 53% desses casos em crianças de 0 a 5 anos, além de enorme poluição ambiental aos rios urbanos em grandes cidades e mesmo em belíssimos cartões postais, como a Baia da Guanabara)."

Argumenta também que "outra pesquisa recém-divulgada mostrou que o país desperdiça bilhões de reais em saúde pública, implicando em redução de produtividade dos trabalhadores, piora do aprendizado escolar com as faltas na escola, perda de oportunidade de gerar milhares de postos de trabalho e renda em turismo, entre muitos outros problemas. Em 2007, após 20 anos de debates no Congresso, foi sancionada a Lei n. 11.445 que trouxe novas diretrizes nacionais e definiu o planejamento dos serviços como instrumento fundamental para se alcançar o acesso universal aos serviços de saneamento básico. A partir da Lei, todos os municípios devem formular as suas políticas públicas visando à universalização, sendo o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) o instrumento de definição de estratégias e diretrizes."

Explica que "segundo a Lei, são componentes do saneamento básico o abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos e drenagem e manejo das águas pluviais urbanas, os quais devem ser objeto do PMSB. Prorrogações: O Decreto n. 7.217/2010, que regulamentou a Lei n. 11.445/2007, prorrogou o prazo de entrega dos PMSB´s de 2010 para dezembro de 2013 ao estabelecer que a partir do exercício financeiro de 2014 a existência do plano seria condição para o acesso a recursos orçamentários da União (§2º, art. 26). Este prazo, porém, foi novamente prorrogado para o exercício financeiro de 2016 (Decreto Federal n. 8.211 de 21/03/14), passando valer a data final de entrega dos planos para 31 de dezembro de 2015. O Decreto vinculou ainda o acesso a recursos da União à existência de organismos de controle social até dezembro de 2014."

Som na Cohab
Rogério Santos entregando o documento a promotora Clícia Menezes.
No exercício de suas atividades extra-parlamento o vereador popular socialista despachou com a promotora Clícia Menezes. Na pauta o encaminhamento de abaixo-assinado elaborado pelos moradores da Cohab I solicitando a fiscalização e controle do uso do som automotivo na dependências e imediações do Complexo Esportivo e de Entretenimento Governador José Reinaldo Carneiro Tavares, a conhecida Praça da Cohab. Santos fez gestões pessoais no sentido de que o problema seja logo resolvido.
O documento diz que "nós abaixo-assinados, brasileiros, moradores, residentes e domiciliados no Bairro da Cohab I, Bacabal – Ma, vêm respeitosamente à presença da Vossa Excelência manifestar nosso repúdio e solicitar medidas cabíveis em observância do artigo 225° da Nossa Constituição Federal, do artigo 42° da Lei n° 3688/41, Lei de Contravenções penais - LCP e o artigo n° 54 da Lei 9605/98, Lei de Crimes Ambientais – LCA, a fim de sanar com a prática perturbadora, demasiada e excessiva de poluição sonora e abuso ao sossego alheio praticado pelos usuários do Complexo Esportivo e de Entretenimento Governador José Reinaldo Carneiro Tavares, principalmente os proprietários de veículos automotores dotados de som, fato que acontece rotineiramente todas as noites, com agressivo aumento nos finais de semana, inclusive durante o dia, que utilizam do volume máximo do som dos seus veículos, sem respeitar os limites de horário e limites de decibéis legais, a fim de prejudicar o sossego e tranquilidade dos moradores das casas vizinhas, assim como os moradores domiciliados a até 500 metros de distância.
Diz ainda a petição que o "bem jurídico, o sossego público não é um bem irrelevante, o silêncio é um direito do cidadão, e como a prática da boa vizinhança, baseados nos costumes morais, pedimos apoio legal para garantir nossos direitos sociais e individuais como: a liberdade, o bem estar, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, como prediz o preâmbulo da nossa Carta Magna, a Constituição Federal Brasileira." 
Os moradores se mostram confiantes "no exercício do poder legal, que tem por função primordial o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública do Estado, esperamos que nosso pleito seja deferido" e acrescentam os anexos da Constituição Federal "Art. 225 - Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações": da "Lei 3688/41, Lei das Contravenções Penais, Art. 42 – Perturbar alguém, o trabalho ou o sossego alheios: I – com gritaria ou algazarra; II – exercendo profissão incômoda ou ruidosa, em desacordo com as prescrições legais; III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos; IV – provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem guarda: Pena – prisão simples, de 15 (quinze) dias a 3 (três) meses, ou multa e da Lei 9605/98, Lei de Crimes Ambientais, Art. 54. Causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora: Pena – reclusão, de um a quatro anos, e multa. Se o crime é culposo: Pena – detenção, de seis meses a um ano, e multa."

Da assessoria

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Rigo Teles destaca avanços do setor de educação do município de Bacabal


O deputado Rigo Teles (PV) ocupou a tribuna da assembleia na terça-feira, 25, para destacar e parabenizar o prefeito Zé Alberto (PMDB) e o secretário de educação, professor Carlos Gusmão e sua equipe, pelos avanços no setor educacional de Bacabal, um dos mais importantes municípios da Região do Mearim.
O parlamentar reconheceu que desde que assumiu a Prefeitura, em 2013, o prefeito Zé Alberto elegeu a educação como sua principal bandeira de luta pelo povo de Bacabal, pois inicialmente colocou os salários dos professores em dia, e depois cumpriu a exigência de pagar o piso salarial para a categoria.
Na ocasião, o deputado Rigo Teles relatou que em apenas dois anos e meio de mandato, o prefeito Zé Alberto promoveu uma verdadeira revolução na educação de Bacabal, tanto na sede quanto na zona rural, reformando, ampliando e construindo a creches, como a da Vila São João, que recebeu o nome de Tia Rivalda.
Rigo Teles destacou que na zona rural Zé Alberto construiu e reformou 27 escolas e pré-escolas dos povoados Aldeia do Odino, São Paulo Apóstolo, Alto Alegre, Pedra do Rumo, Alto Fogoso, Taboca, Fala Cantando, Sincoral, Canarana, Pinto Teixeira, Bom Princípio, Lagoa do Dico Eno, Cajapió, Bomba, Santa Maria e Fundamento.

RECONHECIMENTO DO MEC
De acordo com Rigo, as ações de Zé Alberto atingiram também os povoados Pregos, Catuca, Bom Princípio II, São Benedito, Bambu, Bambu Velho, Mata Fome, Vila Nova, Mata de Ana, Lusiana e São Francisco, onde foram entregues 7.900 kits escolares contendo mochilas, cadernos lápis e material didático.
Em sua fala, Rigo informou que o MEC divulgou, por meio do Índice da Educação Brasileira (IDEB), que três escolas municipais de Bacabal atingiram médias superiores à nacional. O Instituto Educacional Plim Plim foi avaliado pelo IDEB como a melhor escola pública da Região do Mearim e uma das melhores do Brasil (5.3).
Em segundo, ficou o Complexo Educacional Pantanal (5.0). Em terceiro, ficou a Escola Militar Tiradentes (4.8). “A educação em Bacabal avançou tanto depois de 2013, que escolas de Minas Gerais obtiveram notas de apenas 6.1. Recentemente, o prefeito Zé Alberto eliminou a última escola de taipa de Bacabal”, concluiu.
Finalizando, Rigo disse que Zé Alberto acabou com o desconforto dos 42 alunos que não tinham nem uma carteira para sentar e estudar na Vila São Francisco. Rigo se reuniu Zé Alberto, Carlos Gusmão, o presidente da Câmara, Manoel da Concórdia, vereadores e estudantes. Todos comemoram os benefícios.

Da assessoria

Em causa própria: Aprovado relatório de João Marcelo a projeto que institui Dia do Psicólogo


Psicólogo de formação, o deputado federal João Marcelo Souza (PMDB), foi relator, na Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados, do Projeto de Lei nº 1.689/2015, que institui o Dia Nacional do Psicólogo.
O parecer do deputado foi aprovado por unanimidade na tarde desta quarta feira (26) durante a reunião da Comissão. Os psicólogos já reconheciam, historicamente, o dia 27 de agosto como data comemorativa nacional por ter sido a data em que foi sancionada a Lei n.º 4.119, de 1962, que regulamenta a profissão. Entretanto, a data não está fixada em lei.
Para o deputado, a aprovação desse projeto tem grande significância para os profissionais da área que, segundo dados do Conselho Federal de Psicologia são mais de 257.000 em todo o país.
A psicologia hoje não está somente na área terapêutica afirmou o deputado. “A psicologia presta enorme serviços em diversas áreas do comportamento humano, do trabalho, psicologia forense, jurídica, educacional, dentre outras”, disse João Marcelo.
O deputado parabenizou a todos os psicólogos por esta data, em especial a Dra. Mariza Borges, presidente do Conselho Federal de Psicologia que esteve presente durante a votação do projeto.

Da assessoria

AGED participa da Agrofeira de Bacabal com o Projeto Fazendo Educação

Palestra sobre temas relacionados a febre aftosa e agrotóxicos foi dada a alunos de escola particular na 10ª Agrofeira de Bacabal. Foto: Divulgação
Alunos assistem atentos às orientações sobre cuidados com o meio ambiente. Foto: Divulgação
O Projeto ‘Fazendo Educação’, desenvolvido pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Pecuária (SAGRIMA), foi um dos destaques na programação da 10ª Agrofeira de Bacabal.
A equipe de Educação Sanitária da AGED, durante todo o dia desta quinta-feira (27), desenvolveu o projeto fazendo educação, através de teatro de fantoches e palestras abordando temas relacionados à febre aftosa, o uso correto e seguro dos agrotóxicos e a destinação correta das embalagens vazias dos produtos agroquímicos para 55 alunos do ensino fundamental I Adventista e para 81 alunos da unidade de ensino fundamental, Professor José Vieira Lins, com idades entre 8 e 12 anos.
As escolas receberam pelas mãos dos seus diretores, um kit da InpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) e cartilhas sobre recolhimento de embalagens vazias.
O evento que aconteceu no Recinto de Leilões da Leilonorte foi organizado pelo Sindicato Rural de Bacabal, representado pelo seu presidente, Pedro Lustosa de Souza, que falou da satisfação de contar com a presença da equipe da AGED. “A presença da AGED abrilhantou a nossa Agrofeira, com suas palestras e o teatro, onde o grande enfoque é a oportunidade desses alunos vivenciarem algo que nunca tiveram antes e mesmo sendo ainda crianças, já podem compreender as questões, que são abordadas pela equipe da agência de uma forma lúdica e assim, guardarem na mente para mais tarde, quando adultos, colocarem em prática o que lhes foi ensinado, ” afirmou Pedro Lustosa.
A estudante do ensino fundamental, Professor José Vieira Lins, Lyandra Carolyne Silva de Jesus, de 10 anos, achou interessante a palestra que tratou do uso correto dos agrotóxicos. “Eu nunca tinha ouvido falar de EPI (Equipamento de Proteção Individual) e agora eu sei que ele é muito importante para a preservação da saúde do agricultor”, disse ela.

Secom Ma

"Migué": Deputado Roberto Costa recebe alunos de Bacabal em visita à Assembleia

Deputado Roberto Costa apresenta plenário aos alunos de Bacabal | foto: JR Lisboa/ Agência Assembleia
Alunos do Centro de Ensino Médio (CEM) Elisa Monteiro, do município de Bacabal, visitaram as instalações da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (27). Os 38 estudantes foram recepcionados pelo deputado Roberto Costa (PMDB), que os acompanhou e os apresentou a Casa.
Os alunos de Bacabal vieram a São Luís para uma aula de campo em Panaquatira, Região Metropolitana, e aproveitaram a ocasião para conhecer um pouco mais sobre o Parlamento Estadual. Durante a visita, os alunos do CEM Elisa Monteiro foram acompanhados pelo deputado Roberto Costa, que explicou todo o funcionamento do Legislativo, apresentando também aos alunos as dependências da Casa.
“Hoje estamos recebendo esses alunos de Bacabal, que estão vindo a São Luís para fazer uma pesquisa em Panaquatira e conhecer a Assembleia Legislativa. É importante que eles entendam o funcionamento da Casa e é necessária essa aproximação, pois aqui é a casa do povo. É uma visita que vai abrir a cabeça deles, historicamente e politicamente, além de ser culturalmente enriquecedora”, destacou o parlamentar.
Segundo Edilene de Cássia, diretora da escola, a visita à Assembleia Legislativa é de suma importância para os alunos, pois os estudantes participaram do curso Parlamento Jovem Brasileiro que teve, inclusive, estudantes premiados do município de Bacabal. “É importante que eles conheçam o dia a dia da Assembleia, pois os alunos estão vindo de um curso sobre Parlamento Jovem e estão tendo a oportunidade de ver na prática tudo o que aprenderam”, assinalou.
Para a estudante Celyjane de Jesus Bayma, foi enriquecedor entender mais um pouco sobre o funcionamento da AL. “Eu acho interessante que a gente venha conhecer de perto o trabalho dos deputados, os projetos. É uma atividade até mais interessante para o aluno, pois é um aprendizado extraclasse”, avaliou.


Andressa Valadares
Agência Assembleia

Empresário César Brito e ex-prefeito Dr. Lisboa prestigiam a decisão do campeonato de Alto Alegre do Acelino



Foi realizado no último sábado (22) a tão esperada final do tradicional campeonato de futebol de campo do povoado Alto Alegre do Acelino. A 9º edição teve a participação de 21 equipes representando povoados da zona rural de Bacabal e cidades como Lago Verde, Bom Lugar e Conceição do Lago Açu.
Após quase dois meses de disputa, as equipes de Mata Fome e Fazenda 3 irmãos chegaram a decisão. A partida foi acirradíssima e, após o empate no tempo normal por 1 a 1, o time da Fazenda 6 irmãos levou a melhor, garantindo o título nos pênaltis.
O empresário e desportista César Brito se fez presente e acompanhado do ex-prefeito de Bacabal Dr. Lisboa e de lideranças comunitárias que integram seu grupo político.
César Brito ressaltou que essa não é a primeira vez que apoia o campeonato de Alto Alegre do Acelino, e reiterou o seu compromisso com o esporte amador. "Desde quando era secretário de Esportes de Bacabal, eu sempre estive presente, apoiando esse e todos os campeonatos de futebol amador do nosso município, pois tenho a mais inabalável convicção de que o esporte é o maior instrumento para o combate as drogas e para a formação do caráter dos jovens da nossa cidade e região. Continuarei apoiando as edições futuras do campeonato de Alto Alegre do Acelino e a todos os eventos esportivos, culturais e sociais da sede e zona rural de Bacabal", disse.
Após a entrega das premiações, a animação ficou por conta do seresteiro Chicão dos Teclados.
Júnior Oliveira, organizador do tradicional campeonato, agradeceu o apoio do empresário César Brito. "César, é bem mais que patrocinador ou simples amigo. César é um irmão! Obrigado por ter confiado e acreditado em mim. Me lembro quando pensei em desistir de organizar esse evento, e recebi a palavra amiga que me incentivou e me ajudou com a prosseguir. Alto Alegre do Acelino te agradece, Bacabal precisa de gente como você", finalizou.

Da assessoria

Vereador Florêncio Neto denuncia atraso dos funcionários dos mercados públicos de Bacabal e implora que prefeito efetue o pagamento


Na última quarta feira, 26, aconteceu mais uma sessão da câmara municipal de Bacabal. Na oportunidade o vereador Florêncio Neto usou novamente a tribuna da casa para denunciar os descasos da prefeitura municipal com os funcionários públicos. Desta vez, o vereador denunciou o atraso de pagamento que vem ocorrendo com os funcionários dos mercados públicos da cidade. Informações passadas pelos próprios servidores dão conta de que o atraso já está entrando no terceiro mês. Situação como essa é inaceitável afirma o vereador e solicita providências.
Florêncio Neto cobrou do poder público municipal, e do setor responsável, o imediato pagamento dos salários atrasados, pois esses trabalhadores e trabalhadoras estão sofrendo com essa situação, e sendo penalizados, pois não conseguem mais pagar suas contas e já passam por grandes dificuldades.
“O que a prefeitura está fazendo com esses pais de família é uma grande maldade, ali tem vigias, zeladores e outros profissionais que não conseguem mais pagar sua energia, seus compromissos financeiros e até alimentação. Peço até pelo amor de Deus que o prefeito e os setores responsáveis regularizem essa situação e que respeite esses importantes servidores municipais”, solicitou o vereador.

Da assessoria
Postagens mais antigas Página inicial

Arquivo do blog

i9 designer

i9 designer

Copyright © Abel Carvalho V 1.1.0.1 | Traduzido Por: Mais Template

Desenvolvido por I9 designer