Matéria do dia

CMS divulga pauta da sua próxima sessão deliberativa

PREFEITURA MUNICIPAL DE BACABAL Secretaria Municipal de Saúde Conselho Municipal de Saúde CNPJ: 07.186.334/0001-40 EDITAL ...

Publicidade

SAAE: mais 26 mil litros de água por hora para a Cohab

Técnicos do Serviço Autônomo de Água é Esgoto de (SAAE - Ba) deram como concluído, neste final de semana, o trabalho de perfuração e montagem do novo poço que servirá a comunidade moradora da Cohab I, que também beneficiará as Cohabes II e III, uma vez que o sistema de abastecimento é integrado.
O novo poço artesiano da Cohab I tem capacidade de vazão de 26 mil litros de água por hora, sendo o maior e mais profundo já perfurado na área, e, também entrou em funcionamento neste final de semana.
O diretor da autarquia municipal, Leonardo Sousa Lacerda, se mostrou feliz com a realização da obra, que sempre foi um desejo antigo da comunidade.
Lacerda classificou a situação que encontrou na Cohab, ao assumir a direção do SAAE, como endêmica pelo a sequência de problemas que apresentava em seu sistema de abastecimento.
Explicou que, com o aparecimento e a formação de novos bairros como Santa Marina e Santa Clara, as administrações que antecederam o prefeito José Alberto Veloso não perfuraram novos poços artesianos nessas áreas, optando por desviar a água produzida pelo sistema que serve as três cohabes, reduzindo drasticamente o volume destinado e servido a comunidade.
Leonardo Sousa Lacerda revelou que inúmeras intervenções e manobras foram tentadas pelas equipes técnicas do SAAE para resolver a grave situação encontrada, a exemplo da instalação de uma válvula de contenção da Rua Frederico Léda, o que evitou que a água do sistema fosse compartilhada com o centro da cidade e, a aplicação do sistema de manobra com registro no poço artesiano da Cohab II, além da rotineira limpeza e manutenção do poço da Cohab I, que tinha capacidade de vazão de apenas 12 mil litros de água por hora. Em uma dessas limpezas a bomba foi perdida e o poço inutilizado, o que gerou mais problemas para o sistema.
A solução encontrada pelos técnicos do SAAE, segundo revelação de Lacerda, foi a construção de poços nas novas áreas e, em razão da boa capacidade de vazão do poço perfurado no Bairro Santa Clara - cerca de 30 mil litros por hora, foi construído um sistema adutor que trouxe mais 15 mil litros hora para a Cohab I.
Mesmo assim, acrescentou o diretor do SAAE, os problemas continuaram, se agravando com a perda do poço que produzia 12 mil litros. Restou ao SAAE a perfuração de um novo poço artesiano, mesmo com a pouca disponibilidade de recursos.
A perfuração foi problemática e redundou na perda de sondas e brocas, além da nova bomba que havia sido comprada para servir ao sistema. Apesar disso tudo, ontem o trabalho foi concluído, os resultados superaram a expectativa das equipes e a comunidade das cohabes agora contam com mais 26 mil litros de água por hora para abastecer suas residências, concluiu Leonardo Sousa Lacerda.

Por Abel Carvalho