Matéria do dia

SAAE contempla comunidade do povoado Pregos com revitalização do seu sistema simplificado de abastecimento d'água

Em Pregos o sistema de abastecimento de água foi revitalizado. Os moradores do povoado Pregos formam uma das comunidades mais esquecid...

Publicidade

Emenda do vereador Reginaldo do Posto permite que gestantes de Bacabal marquem consultas pelo telefone

Uma Emenda Modificativa a Lei nº 1244, que dispõe sobre a denominação de Sistema Disque Consulta Médica para Idosos,  de autoria do vereador Reginaldo do Posto (PRP), aprovada na última sessão ordinária da câmara Municipal de Bacabal, vai permitir, caso a Lei seja posta em prática, que as gestantes do município também possam fazer uso-fruto do mesmo sistema.

Pelo que foi aprovado o Poder Executivo Municipal instituirá o Sistema Disque Consulta Médica para as pessoas idosas – acima de 60 anos -, e para mulheres gestantes, para efeito de agendamento de consulta e demais atendimentos na área médica.

Além disso os beneficiados pela presente Lei deverão se identificar junto à pessoa atendente, a fim de que possa agendar os atendimentos que necessitar, lhe sendo concedida a prioridade na forma do que determina a Lei Federal nº 10.048, de 8 de novembro de 2000 e a Lei Federal nº 10.741, de 1º de outubro de 2003.

A emenda institui que o Poder Municipal fará ampla divulgação na circunscrição do Município do número do Disque Consulta Médica, inclusive com afixação do número dos órgãos do Sistema Municipal de Saúde e que, para cada atendimento, será fornecido ao beneficiário o número do protocolo do atendimento para efeito de defesa dos direitos dos Idosos e das Gestantes.

JUSTIFICATIVA
O vereador Reginaldo do Posto justificou sua proposição explicando que ela visa assegurar a rapidez e facilidade de acesso dos idosos, gestantes, lactantes, pessoas acompanhadas por crianças de colo, deficientes e pessoas com mobilidade reduzida, visando a efetiva observância no âmbito local do disposto no artigo 1º da Lei 10.048/2000, bem como ao Estatuto do Idoso (Lei n° 10.741/2003).

Garantiu que "nesse sentido, esta Emenda visa tão-somente garantir o bem-estar e a qualidade do atendimento a quem realmente necessita de atendimento preferencial, sem ferir o direito constitucional da livre iniciativa e sem impor ônus às atividades da medicina pública".