Matéria do dia

Gleydson Santos e as podas de quase 1 milhão de reais: secretário pretende cortar galhos de 8 mil e 600 árvores em 90 dias

A secretaria de meio ambiente de Bacabal, cujo titular é o ex-vereador Gleydson Santos, pretende gastar, em apenas 90 dias, R$ 796.600,00...

Publicidade

Sarney Filho deixa Ministério do Meio Ambiente e volta à Câmara Federal para tentar salvar a pele de Michel Temer

Aquiles Emir



O deputado federal Sarney Filho (PV) deixa o Ministério do Meio Ambiente nesta quarta-feira (02). Ele e mais dez ocupantes de cargos no primeiro escalão do Governo Federal foram mandados de volta à Câmara Federal para votarem contra a autorização ao Supremo Tribunal Federal para abertura de inquérito contra o presidente Michel Temer (PMDB), denunciado pelo Ministério Público de corrupção passiva por suposto envolvimento nos crimes delatados pelo empresário Joesley Batista, da JBS.

Além de Sarney Filho, deixam os cargos, temporariamente, Leonardo Picciani (Esporte), Fernando Coelho Filho (Minas e Energia), Mendonça Filho (Educação), Maurício Quintella (Transportes), Bruno Araújo (Cidades), Marx Beltrão (Turismo), Ricardo Barros (Saúde), Osmar Terra (Desenvolvimento Social), Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Ronaldo Nogueira (Trabalho). Raul Jugman (Defesa) também é parlamentar, mas foi dispensado da missão.

Caso haja quorum e a matéria seja votada e rejeitada, todos eles retornam aos seus cargos na quinta-feira (03)