Baixo "Clero": Deputado João Marcelo é contra a redução da maioridade penal - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Rogério Alves: Advogado Carlos Sérgio é recebido em 'live' para discutir 'eleições 2020'.

Rogério Alves, advogado - Recebi em live, na última quarta-feira, dia 8 de julho, em minha página no Youtube, ao advogado Carlos Sérgi...

Portal da Poesia


Portal da Poesia Quantas Poesias?

Quantas poesias faria pra ti na mesma noite?
Todas que o meu amor coubesse...
E nelas realizaria todos os teus sonhos
Os meus sonhos
Os nossos sonhos
Enfim...

Quantas poesias teria feito pra ti se já vivemos juntos?
Todas que o meu amor coubesse em um ano
Em tantos anos que já tivéssemos vividos, assim

Mas seriam poemas de regozijo e alegria
Versos de amor e fantasia
Nunca rimas de dor
Saudade e desespero como agora

Você sempre acaba abandonando alguém
Para ficar com outra pessoa
Dor estranha
Saudade sem nexo
Não querer sair
Não querer ficar

Que confusão lírica
Odisseia de amores perdidos
Ditos como verdadeiros
E silos de dissabores e devaneios

Canção
Caução
Correção inacabada
Vitiligo que nunca escurece
Amor
Amor sem fim
Sem ti
Sentir
Sem mim
Sem tom
Sem sentido
Sem dia
Sem noite
Enfim assim...

Abel Carvalho

Baixo "Clero": Deputado João Marcelo é contra a redução da maioridade penal

Share This

O Presidente da Câmara dos Deputados confirmou para esta semana a votação, em primeiro turno, da proposta que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos.
Na opinião do deputado João Marcelo Souza (PMDB/MA) a proposta trará sérias consequências para nossa sociedade e não solucionará o problema da violência que acomete nosso país.
Se aprovada à alteração de disposição constitucional para reduzir a maioridade penal de 18 para 16 anos, certamente irá provocar a revisão de idade prevista no Código Civil e em outras normas infraconstitucionais de proteção contra a violência e exploração sexual, trabalho infantil, idade para ter carteira de motorista e também comprar, vender e consumir bebidas alcoólicas.
O quem vem sendo posto à população é que com a redução da maioridade penal a violência seria reduzida, o que não é verdade. Estatísticas mostram que apenas 8% dos crimes são esclarecidos. E os outros 92%? Como podemos afirmar que reduzindo a maioridade penal estaríamos diminuindo a violência se não temos sequer os números exatos dos homicídios que são cometidos por adolescentes?
Atualmente 70% dos países do mundo estabelecem a idade penal de dezoito anos. Por que então estaríamos indo na contramão da história, afirma o deputado.
Para João Marcelo, é imprescindível uma reformulação do Estatuto da Criança e do Adolescente, ECA. Alterações como aumentar o prazo máximo de internação que hoje é de três anos; garantir o cumprimento da internação; aumentar a internação provisória que atualmente é de 45 dias e incluir a pena cumprida em seus antecedentes são sugeridas pelo Deputado. João Marcelo também defende um aumento de pena para o adulto que aliciar ou cooptar o menor para o crime.
A população sofre com a violência, quer a redução da maioridade penal, mas é preciso estar consciente que esta não é a solução, afirma o parlamentar. Reduzir a maioridade penal significa: Aumentar a violência no trânsito, pois a partir dos 16 anos será permitido tirar a Carteira Nacional de Habilitação; Liberar o consumo de bebida alcoólica para jovens a partir de 16 anos; Aumento do consumo de drogas ilícitas; Aumento da vulnerabilidade dos jovens; Prejudicar o combate à exploração sexual; Exploração da mão de obra juvenil; Afetar a proteção ao trabalho, visto que será permitido a partir dos 16 anos a realização de trabalho noturno, perigoso e insalubre; Aumentar e fortalecer o crime organizado nas cadeias; Ir na contramão do que vem acontecendo no mundo onde países como Alemanha e Espanha que diminuíram a maioridade penal voltaram atrás, pois verificaram um aumento da violência.
A redução da maioridade penal só vai penalizar ainda mais os grupos e indivíduos vulneráveis psicológica, econômica, cultural e socialmente, enviando os mesmos para um sistema falido, punitivo, encarcerador e reprodutor de violência que não ressocializa ninguém como é o caso do sistema carcerário brasileiro.
O deputado João Marcelo faz parte do grupo parlamentar contra a redução da maioridade penal e tem o apoio de várias entidades entre elas a UNICEF; o Fórum Nacional dos Membros do Ministério Público da Infância e da Juventude - Proinfância; a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente – SINASE; a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB; a Central Única dos Trabalhadores dentre outras.

Da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad