Rogério Alves: Especialista em WhatSapp - Abel Carvalho

Matéria do Dia

Mais 03 mortes por Covid-19 em Bacabal.

Portal da Poesia


Portal da Poesia Condenação

Recém saído da puérpera solidão da embriaguez decido:
Aceito as penas que me são impostas
Não recorrerei da minha condenação
Serei sacro,
Nunca santo,
Recebo o clausuro que me impuseram.

Claustro e disforme vomitarei as brenhas do tempo.

Se me vergastarem,
Receberei o meu açoite.

Natibundo engulo o celibato que me amealha,
Sucumbo ao esterco dos desejos de Onam.

Se me admoestam,
Afago os sonhos, que são muitos,
Com o desdém da quiromania do passado.

Não choro, não retrocedo, apenas multiplico,
Estendo a ti a minha sentença.

Seremos comparsas coniventes da tua imposição,
Tu Juiz,
Eu réu, sem direito a absolvição.

Abel Carvalho

Rogério Alves: Especialista em WhatSapp

Share This
Rogério Alves, advogadoEm tempos de Google para tudo e WhatsApp como meio de informação (o fuxico virou notícia) todo mundo virou especialista em tudo. Ninguém diz “eu não sei”, ninguém mais pergunta “como é?”. Por um lado é muito bom, por que as pessoas que não liam nada passaram a ler alguma coisa (mesmo que na maioria das vezes sejam FAKE NEWS ou fuxico da vida alheia).
Lendo a entrevista do Fábio Porchat vi que não sou só eu que me incomodo com isso, Em entrevista para a revista isto é lê disse:
“Acho ótimo que ela fale “eu não sei”. A Marília Gabriela, que é nossa maior apresentadora, me falou uma coisa muito legal: “Se o entrevistado falar uma coisa que você não entende, não finja que entendeu, pergunta o que ele quis dizer. Se você não entendeu, provavelmente o público também não.” Pensei: “Caraca, a Marília Gabriela, uma mulher cultíssima, inteligente, entrevistando gente há décadas”… Ela me disse para não ter vergonha de dizer “não sei”, “não li”, “não ouvi”, porque aí o público que está assistindo também pensa: “que bom, não sou o único...”
Não precisamos tentar ensinar medicina ao médico, nem tão pouco ensinar vigário a rezar missa. A internet é uma fonte inesgotável de informações, mas não forma um profissional da noite para o dia. O respeito aos profissionais e seus valorosos conhecimentos ainda é o melhor caminho para a cura das nossas necessidades ou para a cura da ignorância.

ELEIÇÕES 2020 - São Luís.
Braide terá dificuldades para convencer eleitores.
Pré-candidato à prefeitura de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), se aliou ao senador Roberto Rocha e tenta manobrar uma aproximação à imagem das ações do Governo Federal em oposição à imagem de Flávio Dino.
Braide tem dois problemas, a meu ver.
O primeiro é que a oposição a Bolsonaro no Maranhão é muito grande e, se por um lado, Braide vai ganhar eleitores de direita, por outro, vai perder os votos rebeldes da ilha, que sempre votam na oposição.
O segundo problema é que apesar de ter ocupado dois cargos públicos no primeiro escalão, tanto na Prefeitura de São Luís, quanto no Governo, além do exercício de mandatos de deputado estadual e federal, não tem obras concretas, nem projetos com sua marca para usar como bandeira de campanha.
Não que eu considere isso um defeito, mas certamente nossos eleitores costumam valorizar os candidatos com uma marca, seja em defesa do consumidor, da segurança pública, dos bancários, dos militares, etc... O parlamentar se defende alegando a destinação de emendas parlamentares para a capital, especialmente na área de saúde.
Bem, é esperar a campanha eleitoral para conferir o desempenho do principal opositor de Flávio Dino na capital. Leia mais artigos do advogado Rogério Alves clicando AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad